Evento reuniu diversas apresentações no Parque Juca Mulato (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado na última sexta-feira (21), foi marcado por um ato comemorativo no Parque Juca Mulato, em Itapira.

Organizado pelo CONDEF (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência) em parceria com o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) e com as secretarias de Promoção Social e Cultura e Turismo, o evento contou com a participação de diversas entidades do município e envolveu apresentações culturais.

A abertura solene contou com os discursos da presidente do CONDEF, Rosângela Maria Martucci, do prefeito José Natalino Paganini (PSDB) e do secretário municipal de Promoção Social e de Cultura e Turismo, Tiago Fontolan.

“Esse é um dia escolhido para lembrarmos dessa luta, mas o trabalho pela inclusão é diário e permanente”, destacou o prefeito. “Que possamos levar o sentido desse dia para nosso cotidiano e que nossas ações reforcem essa luta”, enfatizou Rose Martucci.

As apresentações foram iniciadas por Wilson Affonso Papp, do Senac Itapira. Deficiente visual, ele encantou o público com seu show musical de voz e violão. Depois, os alunos da Escola Estadual ‘Professor Pedro Ferreira Cintra’ entoaram uma canção que fala sobre a igualdade e a inclusão. Em seguida, a Apae Itapira apresentou sua já tradicional dança dos cadeirantes.

O evento teve continuidade com a apresentação do núcleo da ADI (Associação Down de Itapira) do Projeto Viva Música, da Banda Lira Itapirense. Depois foi a vez do Coral do Cahek (Casa dos Amigos Hellen Keller), que faz parte do Projeto Balangandã.

O Sepin (Serviço de Proteção à Infância e Adolescência de Itapira) também se apresentou. Além da parte instrumental, também houve espaço para o canto coral, ambos desenvolvidos através do Projeto Viva Música.

O encerramento se deu com a Dança Circular, que contou com a participação das agentes comunitárias da Secretaria de Saúde e da educadora Social Rosmeide Aparecida Marcelo Beghini, do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) III, que comandou a atividade. Ao final, ainda houve distribuição de pipoca, algodão doce e sorvete para os participantes.