Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Mogi Guaçu assumiu as investigações sobre o desaparecimento da bebê Ísis Helena, de um ano e 10 meses.

A criança sumiu de sua casa, na Rua Espanha, no dia 2 deste mês.

Até então, a DIG atuava em conjunto com a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Itapira, que coordenava os trabalhos para tentar elucidar o caso.

A transferência das investigações, que agora passam a ser centralizadas na sede da DIG em Mogi Guaçu, ocorreu na última terça-feira (17).

“A Delegacia Seccional evocou o inquérito e agora tudo será centralizado na DIG, que tem mais estrutura e equipe maior”, comentou o delegado titular de Itapira, Anderson Lima.

Antes disso, a última informação apurada pela reportagem era de que a Polícia Civil aguardava a chegada dos laudos referentes às perícias realizadas na noite de sexta-feira (13) na casa em que a bebê desapareceu.

Caso ainda segue sem respostas em Itapira (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Segundo a família, a menina que tem microcefalia teria ficado em casa com o avô de 90 anos enquanto a mãe e a avó materna saíram. Quando retornaram, o portão estava aberto e a menina não estava mais na casa.

Desde então, o caso segue sem respostas. Muitas buscas foram realizadas, mas sem qualquer resultado. O caso ganhou repercussão nacional e vem gerando muita angústia e comoção pública.