publicidade

Um decredo assinado pelo prefeito Toninho Bellini (PSD) nesta sexta-feira (14) confirmou o cancelamento das atividades de carnaval promovidas pela Prefeitura em Itapira e estendeu a proibição também aos eventos e bailes privados, como aqueles tradicionalmente promovidos por clubes.

O veto abrange qualquer evento público ou privado, seja em espaços abertos ou fechados, relacionados ao carnaval 2022, “tais como bailes de carnaval, blocos e agremiações, carnavais de rua e eventos privados de qualquer espécie”.

Segundo o prefeito, a decisão leva em consideração “o risco potencial de aumento de casos, notadamente, em face das incertezas com relação à novas variante identificada (Ômicron).

O decreto não proíbe o funcionamento de bares e de restaurantes no períogo de 25 de fevereiro a 1 de março de 2022, desde que seguidos todos os protocolos de segurança e sem que haja música ao vivo.

A fiscalização, ainda de acordo com o decreto, ficará a cargo da GCM (Guarda Civil Municipal), da Divisão de Vigilância Epidemiológica e da Fiscalização de Posturas. O mesmo decreto também determina a revogação dos pontos facultativos dos dias 28 de fevereiro a 1 de março.

  • AUMENTO DE CASOS

Os casos confirmados de coronavírus têm crescido nos últimos dias em Itapira. Somente nos primeiros 14 dias do ano, foram quase 500 novos registros de contágios, de acordo com o boletim epidemiológico desta sexta-feira (14).

Aliado aos casos de síndromes gripais, o avanço da pandemia voltou a gerar um gargalo no atendimento do Pronto Socorrod o Hospital Municipal, que nos últimos dias atendeu uma média de 300 pacientes a cada 24 horas.

Ainda de acordo com o boletim mais recente, atualmente são 274 pessoas em tratamento na cidade e nas últimas 24 horas foram mais 74 contágios confirmados.

Outras 164 pessoas com sintomas suspeitos aguardam os resultados dos exames. Entre os confirmados, Há 12 pessoas internadas, sendo 11 de Itapira e uma de outra cidade, distribuídas entre o Hospital Municipal e a Santa Casa.

O número de pacientes graves que lutam contra a doença no dia de hoje também saltou para 5, internados nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal (2) e da Santa Casa (3). Outros sete pacientes estão internados nas enfermarias da Ala Covid – quatro no Hospital Municipal e três na Santa Casa.

As autoridades sanitárias têm reforçado a necessidade da adoção de medidas preventivas, como o uso de máscara em ambientes internos e externos, higienização constante das mãos com álcool em gel, distanciamento social e a necessidade de não promover aglomerações.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui