Alckmin foi reempossado governador do Estado de SP (Bruno Santos/A2 Fotografia)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Alckmin foi reempossado governador do Estado de SP (Bruno Santos/A2 Fotografia)
Alckmin foi reempossado governador do Estado de SP (Bruno Santos/A2 Fotografia)
Publicidade - Anuncie aqui

Durante cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, nesta quinta-feira (1º) o governador reempossado Geraldo Alckmin falou (PSDB) sobre os falsos dilemas enfrentados pela política nacional atualmente.

Segundo o governador, é preciso “enxergar os desafios da vida com clareza, coragem e objetividade”.

Em discurso, Alckmin citou “o falso dilema, por exemplo, do Estado mínimo em oposição ao Estado intervencionista” e defendeu o que chama de Estado necessário. “Defendemos e praticamos o Estado necessário, aquele que, sem tomar o lugar do indivíduo, tenha eficiência e musculatura necessárias para resgatar a dignidade dos que mais precisam”, disse.

“O falso dilema do paternalismo que sufoca, em oposição ao liberalismo extremo insensível – dois enganos distantes da dura vida real dos varredores de rua, dos balconistas, das empregadas domésticas, dos operários da construção civil, dos empreendedores, dos profissionais liberais, das mulheres e dos homens do campo e de todos os demais cidadãos que progridem com trabalho, dignidade, humildade e honestidade”, afirmou.

O governador Geraldo Alckmin foi reempossado para novo mandato à frente do Executivo paulista, até 31 de dezembro de 2018. Alckmin foi reeleito no primeiro turno da eleição disputada no dia 5 de outubro.