Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A área da saúde foi um dos poucos setores que, em razão da crise causada pelo coronavírus, registrou um aumento de 281% no número de vagas oferecidas em relação ao mesmo mês (março) do ano passado.

A Catho, site de classificado de empregos, a pedido da BBC News Brasil, mostrou que o maior avanço observado foi para a profissão de enfermeiro de UTI, seguido de técnico de enfermagem e enfermeiro.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

Nessa sequência, há também elevada demanda por cargos como médicos, farmacêuticos e técnicos de laboratório.

Especificamente sobre o segmento farmacêutico, o docente Tiago Aparecido da Silva, da área de saúde do Senac Itapira, afirma que é uma área complexa e de extrema importância para a saúde da população, confirmada durante esse período de pandemia.

Além disso, a área de atuação do profissional é bastante abrangente. “Ele pode atuar em drogarias, farmácias de manipulação, hospitais privados e públicos, indústria de alimentos, indústria de medicamentos veterinários, indústria farmacêutica e indústria de cosméticos”, ressalta.

Neste período recente, segundo Tiago, a adoção de mudanças foram necessárias, incluindo o reforço dos protocolos de higienização e a inclusão da telemedicina como parte do cotidiano.

“Na farmácia, por exemplo, esse sistema também já chegou por conta da utilização de tecnologias no atendimento ao cliente. O médico, hoje, está realizando prescrição e enviando para seu cliente via aplicativos de comunicação, o cliente imprime o receituário e vai à farmácia. Algumas vezes, ainda, o cliente vai à farmácia e solicita a impressão”, explica Teresinha Aparecida Ribeiro de Godoy, também docente da área de saúde do Senac Itapira.

De acordo com ela, a utilização de aplicativos das próprias farmácias também são facilitadores no processo. Outro ponto ressaltado por ambos os docentes é a venda consultiva, que está cada vez mais sendo necessária e utilizada para fidelizar e satisfazer as necessidades dos clientes.

“O objetivo desse atendimento é estabelecer uma proximidade com cliente e demonstrar, não só interesse pela venda, mas empatia pelos seus problemas e ajudá-lo a encontrar a melhor solução”, explica Teresinha.

  • CURSO

Diante desses exemplos da rotina atual de mudanças constantes e inovações, os docentes do Senac afirmam que os profissionais farmacêuticos e técnicos em farmácia precisam se qualificar para entrar e se manter ativo no segmento.

“O curso Técnico em Farmácia do Senac possui uma grade curricular distribuída em unidades curriculares muito amplas que se relacionam e estão de acordo com a necessidade do mercado brasileiro, para poder preparar os alunos para atuar nas mais diversas áreas do segmento farmacêutico. A vantagem em relação a graduação universitária é em relação ao tempo. Em menos de dois anos o curso prepara os profissionais que buscam se inserir no mercado ou ter uma qualificação para seu crescimento profissional”, aponta Tiago.

Para inscrições e mais informações consulte o Portal Senac www.sp.senac.br/itapira. E no dia 29 de outubro , às 20h00 no Instagram da unidade, os docentes Teresinha e Tiago vão bater um papo ao vivo sobre o trabalho do profissional de farmácia. A participação é gratuita. Em Itapira, o Senac fica na Praça Bernardino de Campos, 150 – Centro.

Publicidade - Anuncie aqui