Empate surpreendeu até mesmo os coordenadores do processo eleitoral na Subseção da OAB em Itapira (Paulo Bellini/ItapiraNews)
publicidade

Uma situação considerada inédita até então deixou pendente o resultado da eleição para a presidência da 95ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), em Itapira.

Os dois advogados que disputam o comando da entidade de classe em nível local – Luiz Arnaldo Alves de Lima Filho e Renato Breda Porcelli – receberam exatos 107 votos.

Ao todo, 234 dos 333 advogados aptos compareceram para votar ao longo desta quinta-feira (25). O pleito começou às 9h00 e foi encerrado pontualmente às 17h00.

A surpresa veio minutos depois, na apuração. O empate fez com que a Comissão Eleitoral da OAB-SP precisasse ser consultada. A resposta é que o caso será definido com base em critérios de desempate presentes no regimento da entidade.

Renato Breda Porcelli demonstrou surpresa com resultado mais que acirrado (Paulo Bellini/ItapiraNews)

“Totalmente surpreso, esperávamos que seria acirrado, uma disputa voto a voto, mas ninguém esperava um empate”, disse Porcelli. Alves Lima Filho também se disse surpreso com o resultado, mas já preferiu falar como o presidente eleito.

“Os critérios são muito claros, o candidato mais velho é quem vence, e como eu sou mais velho que o Dr. Renato, eu serei o próximo presidente”, disse. Com 39 anos completos, Alves Lima Filho é apenas alguns meses mais velho que Porcelli, que tem 38 anos.

Luiz Arnaldo Alves Lima Filho se mostrou confiante com relação à definição por critérios de desempate (Paulo Bellini/ItapiraNews)

A reportagem do Itapira News também apurou que outro critério de desempate que poderá ser levado em consideração é o número de inscrição na Ordem – o com maior tempo na entidade acaba levando vantagem.

Entre os 234 advogados que compareceram para votar, 9 votaram em branco e 11 votaram nulo. Outros 99 que estavam aptos não compareceram. A votação é considerada obrigatória para todos os advogados inscritos na Subseção.

Presidente da Subcomissão Eleitoral, o advogado José Maria Vidorro preferiu não arriscar um palpite quanto ao prazo para que o martelo seja batido e a vitória de um ou outro concorrente seja, enfim, oficializada.

“Não tenho essa informação neste momento e não posso estimar esse prazo”, ponderou. Nos bastidores, alguns advogados disseram que em até 10 dias a Subseção já conhecerá de maneira oficial seu próximo presidente.

  • CHAPAS CONCORRENTES

Luiz Arnaldo Alves Lima Filho tem 39 anos e advoga desde 2006, com atuação nas áreas criminal, cível e tributária. É atual vice-presidente na entidade.

Além dele, a chapa contou com os advogados Fernanda Parentoni Avancini (vice-presidente), Walner José Consorti de Godoy (secretário), Valmir Nani (secretário adjunto) e Gislaine Cristina Luiz (tesoureira).

Chapa liderada por Lima Filho (Divulgação)

Já Renato Breda Porcelli tem 38 anos e atua desde 2005 na advocacia, nas áreas empresarial, cível e trabalhista.

Além dele, participaram da chapa os advogados Maria da Penha de Souza Arruda (vice-presidente), Cristiano Florence (secretário), Ana Cláudia Pompeu (secretária-adjunta) e Luis Gustavo Pereira Job (tesoureiro).

Chapa liderada por Porcelli (Divulgação)

A eleição marca o fim da gestão do atual presidente, Walner José Consorti de Godoy, único candidato no pleito de 2019 e eleito com 184 votos.

Na votação da OAB itapirense, a chapa ‘Inovação e Futuro’, capitaneada pelo advogado Mário de Oliveira Filho, foi a mais votada, com 91 votos.

Em seguida apareceu a chapa de Patrícia Vanzolini (Muda OAB), com 47 votos, seguida pela chapa do atual presidente da OAB-SP e candidato à reeleição, Caio Augusto Silva dos Santos (Conexão e União), que teve 46 votos na cidade.

Por fim, a chapa ‘A OAB Tá On’, de Dora Cavalcanti, recebeu 14 votos e a ‘Movimento OAB’, de Alfredo Scaff Filho, ganhou a preferência de 11 advogados itapirenses.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui