Diversos estabelecimentos itapirenses vêm enfrentando um problema bem desagradável de algumas semanas para cá.

Já não bastassem as restrições e dificuldades impostas pela crise da pandemia, a criação de perfis falsos em redes sociais que se passam pelas empresas também tem sido fator de preocupação.

De um mês para cá, ao menos quatro empresas foram vítimas desse tipo de ação. Na semana passada, dois supermercados também divulgaram alertas a seus clientes sobre a existência de perfis falsos.

A principal rede utilizada pelos estelionatários é o Instagram. Segundo apurado pela reportagem, esses perfis ‘fakes’ estão enviando mensagens aos seguidores para tentar obter transferências a partir de vendas falsas ou mesmo com links e mensagens maliciosas com objetivo de roubar dados e senhas de aplicativos, por exemplo.

Entre os comércios itapirenses que já divulgaram alertas para a criação de perfis falsos estão os supermercados Geoli e Cubatão, além do restaurante Sushi House. Os perfis oficiais destas empresas são: www.instagram.com/supermercadogeoli, www.instagram.com/supermercado_cubatao e www.instagram.com/sushihouse_express.

Alguns dos casos já chegaram ao conhecimento formal da Polícia Civil, com registro de boletins de ocorrência para averiguação. Em um deles, o perfil enviou uma mensagem com dados bancários, solicitando depósito.

Todas as informações foram repassadas à Delegacia de Polícia pelos representantes jurídicos do estabelecimento.

  • CAUTELA

O advogado Gabriel Correa, responsável pelo setor jurídico da Acei (Associação Comercial e Empresarial de Itapira), diz que a principal recomendação é para que os consumidores busquem se certificar se realmente estão se relacionando com um perfil verdadeiro da empresa.

Para isso, é possível tanto consultar outros canais oficiais de comunicação do estabelecimento, como sites, como até mesmo telefonar ou checar pessoalmente no comércio quais as redes sociais oficialmente administradas pelo mesmo.

“Uma vez feito isso, já estará ciente se realmente se trata de um canal confiável”, assimila. De acordo com ele, os comerciantes e empresários também devem manter um monitoramento constante das redes, ficando atentos a eventuais fraudes.

“Quando detectado algum perfil falso, é importante que o estabelecimento demonstre aos usuários quais são as contas reais, bem como denuncie o perfil falso ao provedor dos serviços, e peça aos clientes que façam o mesmo. Também é recomendado o registro do boletim de ocorrência”, orienta.

A advogada Gabriela Stefanini, que atua no posto do Procon em Itapira, também recomenda que é preciso ter cuidado. “O mais prudente é ir até o estabelecimento local, sempre repassamos a orientação de não realizar qualquer tipo de compra pelas redes sociais”, enfatiza.

A Associação Comercial informou que até o contato feito pela reportagem do Itapira News não havia recebido nenhuma comunicação de empresário ou comerciante, associado ou não, a respeito deste assunto, mas frisou que também adotará medidas para alertar as empresas sobre a prática.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui