Vice-governador Rodrigo Garcia fez anúncio (Reprodução)

O Estado de São Paulo retorna à Fase Vermelha a partir da próxima segunda-feira (12), confirmou o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) nesta sexta-feira (9).

A medida deverá seguir em vigor até o dia 19 de abril, período no qual os dados sobre a pandemia serão novamente avaliados.

“As medidas e esforços feitos nas últimas semanas começam a dar resultados”, disse o vice-governador. “Tivemos avanços importantes na contenção da pandemia no Estado de São Paulo”, frisou.

O anúncio foi feito na coletiva de imprensa transmitida ao vivo do Palácio dos Bandeirantes. Na prática, a mudança permite o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes públicas e privadas, desde que autorizadas pelas prefeituras.

Além disso, alguns serviços essenciais que estavam vetados, como lojas de materiais de construção, também poderão abrir novamente.

Os jogos do Campeonato Paulista também serão liberados e os pedidos em restaurantes poderão ser feitos diretamente pelos clientes (sistema conhecido como take-away).

Já o funcionamento de bares, restaurantes para atendimento presencial, academias, salões de beleza e celebrações religiosas presenciais seguem vetados. O toque de restrição das 20h00 às 5h00 também está mantido.


  • O que pode funcionar na fase vermelha?

Escolas e universidades

Hospitais, clínicas, farmácias, dentistas e estabelecimentos de saúde animal (veterinários)

Supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres

Delivery e drive-thru para bares, lanchonetes e restaurantes: permitido serviços de entrega

Cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção

Empresas de locação de veículos, oficinas de veículos, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos

Serviços de segurança pública e privada

Construção civil e indústria

Meios de comunicação, empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens

Outros serviços: lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica e bancas de jornais.

  • O que não pode funcionar na fase vermelha:

Academias

Igrejas e atividades religiosas

Salões de beleza

Cinemas

Teatros

Shoppings

Lojas de rua

Concessionárias

Escritórios

Parques

Clubes

Praias


 

Publicidade - Anuncie aqui