Policiais posaram para foto com pais e bebê em Estiva Gerbi (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Policiais posaram para foto com pais e bebê em Estiva Gerbi (Divulgação)
Policiais posaram para foto com pais e bebê em Estiva Gerbi (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui

Um policial militar de Estiva Gerbi (SP) ajudou uma mãe a salvar seu bebê de apenas quatro dias, que estava engasgado e sem respirar. A ocorrência foi registrada no sábado (2). Ao perceber que a criança, um menino, estava com a respiração bloqueada, ela discou 190 e, desesperada, informou o que estava acontecendo.

Segundo a mãe, Angélica Miranda, 30, o bebê já estava roxo. Sozinha em casa, ela foi atendida pelo cabo Rogério Batista Costa, que a acalmou e passou a orientá-la sobre como proceder para realizar a chamada ‘Manobra de Heimlich’, método que força a vítima engasgada a tossir com o objetivo de desobstruir as vias aéreas.

Ao menos tempo, uma viatura composta pelos policiais cabo Antônio Garcia e soldado Abelino Alves Machado foi enviada à residência. Com ajuda do policial que estava no telefone, Angélica conseguiu realizar a manobra e a criança voltou a respirar. Os outros policiais chegaram e conduziram mãe e filho ao Pronto Socorro da cidade, onde a criança ficou em observação e, depois, foi liberada.

Na tarde da última quarta-feira (6), Angélica o marido, Josué Carvalho, pai da criança, foram até o CAD (Central de Atendimento e Despacho) de Estiva Gerbi para agradecer pessoalmente aos policiais que participaram da ocorrência. Em novembro de 2013, uma situação semelhante foi registrada em Mogi Mirim, quando um policial militar também ajudou no salvamento de um bebê de sete dias que engasgou com leite materno.