Brenda conseguiu juntar quatro galões de 20 litros (Divulgação)
publicidade

Fazer o bem sem olhar a quem. Esse é o foco da iniciativa mantida pela estudante itapirense Brenda Gerolin, de 17 anos, que reuniu nada menos que 80 litros de lacres de alumínio ao longo de quatro anos.

O material é destinado a campanhas que resultam na troca por cadeira de rodas, que por sua vez são doadas a entidades que ajudam pessoas com problemas de mobilidade.

A iniciativa de Brenda faz parte de uma ação mantida na cidade pela Escola Sesi, na qual ela estuda. A estudante conta que começou a juntar os lacres quando estava no 9º ano do Ensino Fundamental, ainda aos 14 anos.

“Pensei em juntar tudo até o terceiro ano do Ensino Médio para entregar quando eu me formasse”, conta. “É uma espécie de despedida da escola, será muito bom poder lembrar disso mais para frente”.

Brenda e o pai Fabrício: jovem contou com o apoio da família para conseguir juntar os lacres (Divulgação)

A jovem conta que depois de algum tempo já se tornou um hábito encontrar latinhas e recolher o lacre. “Em um ano consegui encher um galão de 20 litros. Quando a pandemia começou, ficou um pouco mais difícil de conseguir juntar, mas com o apoio de minha família eu consegui continuar”.

A estudante afirma que está muito feliz pela conquista  e que se sente orgulhosa por saber que teve a oportunidade de ajudar alguém que precisa, sem nem ao menos conhecer a pessoa.

“Não é muito fácil conseguir uma cadeira de rodas, e mesmo com essas campanhas é preciso reunir milhares de lacres, mas espero que pelo menos uma seja obtida por meio da minha doação”, finaliza.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui