Carro foi encontrado totalmente queimado com corpo dentro, também carbonizado (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O resultado do exame de DNA feito pela Polícia Científica confirmou que o corpo encontrado carbonizado dentro de um veículo queimado em Itapira era mesmo do jovem Igor Rafael, que residia em Jaguariúna (SP).

O carro foi encontrado totalmente destruído pelas chamas no dia 1º de setembro, em uma área de difícil acesso na região rural entre Itapira e Amparo.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

Populares que avistaram as chamas acionaram a Polícia Militar por volta das 17h30. Ao vistoriarem o veículo, depois do fogo apagado, os policiais encontraram o corpo no assoalho atrás dos bancos dianteiros, totalmente carbonizado.

O estado em que o corpo foi encontrado dificultou bastante sua identificação, mas já no mesmo dia surgiram as suspeitas de que o caso pudesse ter alguma relação com o desaparecimento de Igor, também naquela data.

Ele teria saído de Jaguariúna para fazer entregas de celulares provavelmente em Itapira, uma vez que trabalhava com a comercialização dos aparelhos, mas não retornou e não deu mais sinal.

Corpo de Igor Rafael finalmente foi sepultado (Divulgação/Redes sociais)

Além disso, o veículo encontrado era do mesmo modelo que o utilizado pelo jovem. O corpo foi removido pelo agente Ricardo Juvenal, da Funerária São Luiz, e encaminhado ao IML (Instituto Médico-Legal).

O resultado do DNA somente saiu na última terça-feira, confirmando as suspeitas. Desta forma, finalmente o corpo foi liberado à família para o sepultamento, que ocorreu no mesmo dia em Santo Antônio de Posse.

A Polícia Civil investiga o caso e trabalha principalmente com a hipótese de que o jovem tenha sido vítima de latrocínio – roubo seguido de morte.

Publicidade - Anuncie aqui