Farejador da GCM encontra tijolo e porções de maconha em imóvel abandonado no Cubatão

Drogas estavam escondidas em tubulação na área da antiga empresa Aergi, denúncia anônima provocou prisão de suspeito

A GCM (Guarda Civil Municipal) apreendeu um pequeno tijolo e outras 22 porções de maconha na manhã da última quarta-feira (8) em Itapira. As drogas estavam escondidas nas dependências da antiga empresa Aergi/Alcici, na região do Cubatão, hoje um amplo imóvel em ruínas. Um homem foi detido, acusado de tráfico de entorpecentes. 

Os guardas foram ao local após denúncia anônima. No local, se depararam com o desempregado Fabiano Tavares dos Santos, 37. Ele foi abordado e revistado. Embora não portasse nenhuma droga, foi encontrado R$ 20 em dinheiro em um de seus bolsos. O homem, contudo, já era conhecido das guarnições, tendo se evadido em tentativas de abordagem anteriores. O cão farejador Maradona foi acionado e, próximo ao local em que o indivíduo estava, foram encontradas as porções da erva, escondidas em um cano.

Também havia uma balança de precisão e um rolo de plástico utilizado para embalar as porções. As drogas pesaram 821 gramas e Santos negou ser proprietário, afirmando que estava no local somente para consumir outro tipo de entorpecente, uma vez que é usuário. Dado o histórico de fugas do homem das investidas da GCM em todas as vezes que foi acionada pelo denunciante, ele acabou sendo preso em flagrante pelo delegado Richard Alain Lolli, sendo recolhido à UDTE (Unidade de Detenção, Triagem e Encaminhamento) e permanecendo à disposição da Justiça.

Santos foi preso em flagrante, embora tenha negado relação com as drogas (Reprodução/Tribuna de Itapira)