Única participante, Expresso Fênix venceu concorrência emergencial em Itapira (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Fênix deverá continuar operando em Itapira
Publicidade - Anuncie aqui

A Expresso Fênix, empresa que desde julho do ano passado opera emergencialmente o transporte coletivo urbano em Itapira, venceu a concorrência pública para explorar o serviço pelo prazo de 15 anos.

A abertura dos envelopes com as propostas ocorreu na manhã da última terça-feira (9) na sede da Secretaria Municipal de Recursos Materiais, ao lado do Paço Municipal, região central da cidade.

A Fênix apresentou o maior valor para a concessão do serviço – R$ 1,250 milhão. A proposta superou os números sugeridos pela Viação Mirage, que tentava retomar o controle do transporte no município e que fez a proposta de R$ 1,065 milhão.

Como a licitação foi aberta na condição de maior outorga, venceu a proposta mais rentável aos cofres municipais. Outra empresa, a Na Montanha, também chegou a apresentar sua proposta, mas foi desqualificada do certame por não atender determinados requisitos do edital. O resultado da concorrência deverá ser oficializado na edição desta sexta-feira (12) Jornal Oficial de Itapira. A partir disso, ainda haverá prazo de cinco dias para eventuais recursos. Caso a vitória da Fênix seja realmente homologada, o município deverá assinar contrato com a empresa dentro de 10 dias.

A Fênix já opera o transporte na cidade desde julho do ano passado, depois que a Prefeitura rompeu o contrato com a Viação Itajaí, que explorava o serviço desde 2006. Ao todo, foram firmados três contratos emergenciais com a concessionária que adora deverá permanecer na cidade pelos próximos 15 anos. Em dezembro, a licitação chegou a ser suspensa pelo TCE/SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo), em atendimento a uma representação formulada por um munícipe de Botucatu (SP). Já no mês passado, a Prefeitura foi liberada para dar andamento no processo licitatório depois de fazer adequações no edital.