Fumantes devem também se vacinar (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Entre os grupos prioritários da vacinação contra a gripe estão os tabagistas portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, que também devem se vacinar.

De acordo com a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, Carla Domingues, o fumante, por si só, não entra no grupo para tomar a vacina. “Mas, geralmente, toda pessoa que fuma, e fuma há muitos anos, tem problemas respiratórios. E aí ele vai entrar nesse grupo que já tem alguma deficiência no organismo”, explica.

Ainda segundo ela, essas pessoas geralmente acabam tendo bronquite, asma ou problemas cardíacos decorrentes do fumo. “É importante que essas pessoas também sejam vacinadas”, completa. A coordenadora ainda lembra que este grupo tem mais chances de adoecer e de ter complicações.

A médica lembra que os grupos de risco devem buscar a vacina porque tem seu sistema imunológico mais comprometido. “E ao ter o contato com a gripe, vão ter mais chance de adoecer e ter complicações. Então, as pessoas, ao buscar hábitos saudáveis, vão se fortalecer não apenas contra a gripe, mas também contra outras doenças imunodeprimíveis. Buscar hábitos saudáveis sempre é importante na proteção e na melhoria da qualidade de vida da população”, destaca.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Ainda integram o público-alvo da campanha, pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

  • Fique esperto

Além da vacinação, outros cuidados também são importantes na prevenção da gripe, porque evitam a transmissão dos vírus. Confira:

Cubra o nariz e a boca enquanto espirra ou tosse;
Evite tocar a boca e o nariz;
Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70%;
Melhore a circulação de ar abrindo as janelas;
Evite muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas;
Mantenha hábitos saudáveis: coma bem, durma bem e faça exercícios.