Telefones e simulacro foi aprendido com acusado (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A atuação integrada da Polícia Militar de Jacutinga (MG) com a GCM (Guarda Civil Municipal) de Itapira culminou na prisão de um indivíduo acusado de promover roubos de veículo e objetos diversos na cidade mineira. A ocorrência foi registrada na noite do último domingo (9). Tudo começou por volta das 19h40 quando a PM de Minas foi comunicada de um roubo ocorrido momentos antes nas proximidades do Lago Municipal de Jacutinga.

No local ficou apurado que quatro pessoas foram abordadas por dois homens que ocupavam uma motocicleta Honda/XRE de cor preta, com o ocupante da garupa sacando um revólver e anunciando o assalto. Os bandidos se apoderaram dos quatro telefones celulares das vítimas e empreenderam fuga. Enquanto diversas guarnições se mobilizavam nas buscas pelos criminosos, chegou ao quartel da PM mineira mais uma vítima de roubo, informando as mesmas características da dupla, também tendo que entregar seu telefone.

Corporações atuaram juntas e resultado foi positivo (Divulgação)

Pouco tempo depois, mais uma pessoa manteve contato com a polícia informando que havia sido vítima da dupla, que roubaram sua bolsa e sua motocicleta, uma Honda/CG Titan. De imediato, a Polícia Militar de Jacutinga pediu o apoio da GCM de Itapira, que também intensificou o patrulhamento na região de divisa entre as duas cidades. Da mesma forma, foram empenhadas viaturas da PM de Albertina e Monte Sião, ambas também em Minas Gerais. Ato contínuo, a corporação itapirense logrou êxito em promover cerco a um indivíduo que pilotava a motocicleta subtraída, com o mesmo sendo abordado e detido.

Com ele, os guardas encontraram também a bolsa e quatro telefones celular, além de um simulacro de arma de fogo na cor preta. Seu comparsa, que pilotava a XRE, também teria seguido com destino a Itapira, mas conseguiu se evadir. Contudo, ele já foi identificado. Os dois acusados são residentes em Mogi Mirim (SP). O homem detido foi preso em flagrante acusado de participação nos três assaltos, sendo removido à Delegacia de Plantão Regional de Pouso Alegre (MG). Para não atrapalhar as investigações, as autoridades solicitaram que os nomes dos acusados fossem mantidos em sigilo neste momento.