Parte dos objetos foi recuperada por guardas civis municipais
Publicidade - Anuncie aqui também!
Torres e Ferrari foram detidos e conduzidos à Delegacia
Publicidade - Anuncie aqui

Uma ofensiva desencadeada pela GCM (Guarda Civil Municipal) terminou com a prisão de dois de três acusados de invadir e furtar as dependências da Casa da Criança ‘Celencina Caldas Sarkis’, em Itapira.

O crime ocorreu na madrugada de sábado para domingo e parte da ação dos ladrões foi flagrada por câmeras de segurança instaladas nas proximidades da instituição que atende a crianças carentes.

Foram subtraídos desde gêneros alimentícios até um tanquinho de lavar roupa. Panelas de pressão, batedeira, processador de alimentos, caixas de óleo e três botijões de gás foram levados pelos ladrões.

Nem mesmo os ovinhos de chocolate que seriam distribuídos aos alunos que não puderam comparecer à instituição na última quinta-feira (13) foram poupados. Foram furtados todos os alimentos que estavam na dispensa, incluindo arroz, feijão, açúcar, gelatina, pó de café, milho para canjica, sagu e achocolatado, além de materiais de limpeza. A invasão foi descoberta na manhã desta segunda-feira (17), quando funcionários da Casa da Criança chegaram para trabalhar e encontraram uma porta arrombada. A entidade se manifestou em seu perfil em uma rede social e rapidamente o caso repercutiu, com muitas pessoas compartilhando as informações e manifestando sua indignação.

Parte dos objetos foi recuperada por guardas civis municipais

A partir disso, começaram as investigações e a GCM conseguiu imagens gravadas por câmeras de segurança e que foram cedidas por um morador das imediações da instituição situada na Rua Milico, no Cubatão. As cenas mostram três homens carregando os objetos furtados e ingressando na área da antiga empresa Aergi, hoje totalmente abandonada. A partir disso, as equipes passaram a diligenciar pelo local e pelas proximidades, até que, por volta do meio-dia, os três indivíduos – já conhecidos nos meios policiais – foram encontrados nas proximidades do viaduto da Rua Embaixador Pedro de Toledo.

Os guardas fizeram o cerco e houve resistência. Um dos três homens conseguiu fugir, mas já foi identificado. Os outros dois foram detidos e conduzidos à Delegacia de Polícia. Antes disso, apontaram onde estava parte dos produtos subtraídos. Foram recuperados poucos pacotes de alimentos, além do tanquinho, das panelas de pressão, dois botijões e a batedeira. O restante dos objetos ainda não foi localizado e a suspeita é que os ladrões já tenham vendidos os mesmos. As investigações e diligências deverão prosseguir até que o terceiro acusado também seja encontrado.

Os dois homens detidos foram identificados como Paulo Roberto Ferrari, 44, e Vanderlei Torres, 46. Os furtos já não são novidade na Casa da Criança. Recentemente, a instituição reforçou a segurança com mais grades, mas isso não foi suficiente para impedir a ação dos bandidos. Há cerca de duas semanas, até mesmo a bateria do veículo da entidade foi subtraída. Depois de trocado, o equipamento novamente foi furtado. Quem quiser contribuir com a Casa da Criança pode doar alimentos, especialmente açúcar, feijão, arroz, gelatina, achocolatado, sagu, milho para canjica, óleo e leite, entre outros. Contato direto com a instituição pelo telefone (19) 3863-0229 ou na sede à Rua Sílvio Galizoni, 238.