Cia Talagadá participou de evento com espetáculo 'Translúcido' (Divulgação/Fixar Imagens)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A primeira participação da Cia Talagadá – Teatro de Formas Animadas em um festival de teatro realizado de forma totalmente online já rendeu ótimos frutos.

O grupo itapirense faturou nada menos que quatro premiações no Profest Teatro – Festival Nacional de Teatro, ocorrido entre os dias 27 e 31 de maio com transmissões de espetáculos via internet.

O evento com formato adaptado por conta da pandemia foi organizado pela Cia de Teatro Terceiro Sinal, de Congonhas (MG), e a Cia Talagadá participou com o espetáculo ‘Translúcido’, exibido no terceiro dia da programação.

A montagem foi premiada na Categoria Alternativo como o melhor espetáculo inscrito, melhor figurino e melhor cenografia – ambos assinados por Valner Cintra – e melhor trilha sonora, criada por Luís Giovelli.

Em razão das premiações, o espetáculo da Cia Talagadá será retransmitido na noite deste domingo (7), às 19h00, nos canais da Cia Terceiro Sinal no Facebook e no Youtube.

Além dos prêmios, o espetáculo da Cia Talagadá também recebeu indicações de melhor direção, também para Valner Cintra, e melhor ator para o conjunto de atores manipuladores Danilo Lopes, João Bozzi, Luan Freitas e Valner Cintra. ‘Translúcido’ conta ainda com o apoio técnico de Eduardo Nascimento.

“Estamos muito felizes de participar de um projeto como este. Essa participação neste momento de pandemia representou um respiro, um abraço apertado para nós artistas. Agradecemos imensamente a todos que torcem e que acompanham nosso trabalho. Estamos aqui seguindo, resistindo e lutando sempre”, comemorou Danilo Lopes.

Ao todo, o festival reuniu 40 espetáculos, sendo cinco em cada uma das oito categorias: Drama, Comédia, Rua, Alternativo, Monólogo, Palhaçaria, Musical e Infantil. O corpo de jurados reuniu importantes nomes da cena teatral e cultural, como Thiago Lacerda, João Fonseca, Reiner Tenente, Ernesto Piccolo, Mateus Ribeiro, Tauã Delmiro, Kayete, Eraldo Fontiny, Carlos Nunes, Leonardo Miggiorin e Beatriz Apocalypse.

O evento foi idealizado pelo ator, diretor e produtor cultural João Sabará, com objetivo de dar visibilidade às novas produções teatrais, promover o intercâmbio entre grupos, abrir espaço para novos talentos e, principalmente, movimentar a cena cultural.

‘Translúcido’ propõe uma provocação dramática visual que se apodera da plasticidade de materiais característicos por sua opacidade, transparência ou translucidez. A peça traz investigações acerca de seu título – a palavra translúcido – cujo significado aponta para algo que deixa passar a luz, mas que não permite que se vejam nitidamente os objetos através de sua espessura.

Esse significado e suas derivações servem como ponto de partida para abordar, de forma lúdica e onírica, a realidade do nosso cotidiano, num universo transitório que está além de nossa lucidez, cuja dramaturgia se constrói de forma única e individual aos olhos de cada espectador.

A participação da Cia Talagadá no festival online com aconteceu em um período em que o grupo itapirense estaria circulando com o mesmo espetáculo, premiado pelo ProAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), não fossem as restrições impostas pela pandemia.

Para saber mais e acompanhar o trabalho, siga a Cia Talagadá nas redes sociais: www.facebook.com/ciatalagada e www.instagram.com/ciatalagada e acesse o site www.ciatalagada.com.br.