Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Tarso Zagato / Portal Mogi Guaçu

Titulares e reservas do Guaçuano foram totalmente dominados pelo Santo André (Oleuton Souza)
Titulares e reservas do Guaçuano foram totalmente dominados pelo Santo André (Oleuton Souza)

O Atlético Guaçuano não conseguiu fazer frente ao Santo André, na tarde desta quarta-feira, e acabou goleado pela equipe do Grande ABC por 3 a 0, no Estádio Municipal de Jacutinga (MG).

O alviverde até começou bem a partida, tomando conta das ações e assustando em bolas aéreas, contudo, aos poucos, o Ramalhão passou a contar com maior participação de seus alas e meias, o que resultou no primeiro gol do jogo, aos 27’, numa jogada em que Nunes escorou cruzamento de cabeça para Michael marcar.

A partir daí, o Guaçuano, que está em fase final de preparação para o Campeonato Paulista da Série A-3, foi dominado durante toda a partida, disputada em dois tempos de 30 minutos.

Na segunda etapa, a dobradinha entre Nunes e Michel continuou funcionando e, logo aos cinco minutos, o atacante deixou o meio-campista cara a cara com o goleiro Vinícius, que não conseguiu impedir o segundo gol andreense.

Com 2 a 0 no placar, o Guaçuano se jogou à frente e teve chance para diminuir em chute cruzado que acertou a trave de Rodolfo. Mas a reação alviverde não passou disso. Dominado, o Mandi ainda viu o Santo André marcar o terceiro tento no minuto final da partida, com o artilheiro Nunes. O centroavante recebeu passe de Muller, ganhou disputa com o arqueiro Vinícius e deu números finais ao confronto.

Confronto entre reservas

Um terceiro tempo foi disputado entre reservas de ambas as equipes e os suplentes guaçuanos repetiram a fraca atuação do time titular. Em ritmo de treino, o Santo André novamente dominou o Mandi e repetiu o placar de 3 a 0, com gols dos atacantes Chico (duas vezes) e Makanaki.

Por telefone, a reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa do Atlético Guaçuano para aferir informações sobre os próximos amistosos, no entanto, não houve retorno até a publicação desta matéria.