Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Um homem foi preso em flagrante na madrugada desta terça-feira (26) em Mogi Guaçu, acusado de abusar sexualmente de uma menina de 14 anos – sua própria sobrinha, que possui deficiência intelectual. O caso foi denunciado à polícia pelo pai da menina, irmão do autor do crime.

 O acusado já é presidiário e foi beneficiado pelo indulto de fim de ano – a chamada ‘saidinha’. Segundo o boletim de ocorrência, uma equipe da Força Tática da Polícia Militar estava na CPJ (Central de Polícia Judiciária) quando o pai da menina chegou.

Ele contou que a própria vítima contou o que havia ocorrido momentos antes, ainda na noite de Natal, por volta das 22h40 – também data do aniversário da garota. De posse das informações, os policiais militares sargento Hoffmann, cabo Torriani e soldado R. Silva conversaram com a escrivã que estava registrando a ocorrência.

Eles foram informados de que a lesão no órgão sexual da vítima havia sido confirmada por um médico e, de posse do endereço da genitora do acusado, saíram em diligências, vindo a localizá-lo na residência situada no bairro Ypê II. O homem recebeu voz de prisão por estupro de vulnerável e foi apresentado à CPJ, sendo novamente conduzido à prisão por determinação do delegado plantonista Richard Alain Lolli.