Aposentado morreu no Hospital Municipal, na terça
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A grave crise enfrentada pela Santa Casa de Mogi Mirim poderá se refletir em Itapira. Atendimentos a pacientes da vizinha cidade deverão ser absorvidos pelo Hospital Municipal, segundo informado tanto pela Prefeitura de Itapira quanto pela administração municipal de Mogi Mirim. A principal possibilidade é que casos urgentes possam ser encaminhados ao hospital itapirense, já que a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) neonatal e de adultos na Santa Casa de Mogi teve sua atividade interrompida, bem como cirurgias eletivas foram suspensas.

Em nota emitida na tarde da última terça-feira (4), a Prefeitura mogimiriana afirmou que o prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB) esteve em Itapira para solicitar apoio do SMS (Serviço Municipal de Saúde) no atendimento da demanda que poderá surgir por conta dos problemas enfrentados em sua cidade. Ainda de acordo com a nota, ele também manteve diálogos com o município de Mogi Guaçu. “Já temos um acordo preestabelecido com a Prefeitura de Itapira a fim de, caso ocorra a pior, o paciente possa ser transferido imediatamente para o hospital da cidade vizinha”, disse Carlos Nelson. “Daremos todo o aporte necessário para os casos de urgência e emergência”, acrescentou.

A Prefeitura de Itapira também emitiu nota confirmando a possibilidade de receber os pacientes mogimirianos. “A situação difícil enfrentada pela Santa Casa de Mogi Mirim pode fazer com que alguns pacientes daquele município procurem atendimento hospitalar na região, inclusive em Itapira. O Hospital Municipal de Itapira está apto a atender esta nova demanda, caso realmente seja necessário”, informou.

CRISE – Há tempos a Santa Casa de Mogi Mirim passar por sérios problemas financeiros a administrativos. A instituição está com o atendimento prejudicado, com diversos serviços suspensos, e inclusive já foi palco de greve médica e de constantes ameaças de paralisação. Segundo a imprensa mogimiriana, a dívida acumulada pela Santa Casa chega a R$ 33 milhões.