publicidade

Prestes a completar 93 anos nesta sexta-feira (14), a aposentada Abigail Guiraldelli ganhou uma surpresa bem desagradável na manhã desta quarta-feira (12), ao se deparar com uma verdadeira devastação em uma área verde que por muitos contou com seus cuidados para permanecer sempre cheia de plantas e flores.

O local fica na Avenida dos Italianos, às margens do Ribeirão da Penha, e a suspeita é que o corte tenha ocorrido no início desta semana.

A idosa, inclusive, foi uma das primeiras moradoras do trecho e responsável direta pelo surgimento da mata ciliar do rio, já tendo até mesmo sido homenageada pela Câmara Municipal justamente pela sua ação em prol do meio ambiente.

O problema é que, quem é que tenha sido o responsável pela ação, ao promover o corte de galhos e árvores, as plantas como Pingos de Ouro e Espadas de São Jorge, que são baixas, também foram completamente ceifadas.

O assunto, entretanto, ganhou contornos de mistério, já que a Prefeitura disse ao Itapira News que desconhece a autoria da supressão das plantas rasteiras, afirmando que a Secretaria de Serviços Públicos realizou intervenção no local há cerca de 15 dias, “mas apenas com podas de árvores para melhorar a iluminação do local”.

Uma das filhas da Dona Abigail, Maria Fernanda Guiraldelli, 54, gravou a reação da mãe e publicou o vídeo nas redes sociais.

“Por causa da pandemia, minha mãe não está ficando em sua casa, que é em frente a esse lugar. Quando chegamos lá e ela percebeu, achei que ela ia passar mal. Desde os anos 80 ela cuida desse espaço como se fosse dela”, diz a filha.

Registro do Google Maps datado de julho de 2015 mostra como área sempre foi bem cuidada nos últimos anos (Reprodução)

“Tudo o que tem plantado lá foi pelas mãos dela. Nós sempre a levamos comprar mudas para cultivar o jardim. Sempre com recursos próprios. Ela até foi reconhecida por isso e agora fazem uma coisa dessas. Não sabemos quem foi que fez, mas ficamos muito chateados”, complementa Maria Fernanda, que se surpreendeu com a repercussão do vídeo.

  • REPERCUSSÃO

O assunto ganhou repercussão e gerou muitas manifestações indignadas nas redes sociais, inclusive com cobranças diretas à Prefeitura por providências.

Em 2019 a idosa chegou a ser homenageada ao emprestar seu nome a um programa que prevê a adoção de praças em Itapira, cuja lei foi aprovada no final de 2019.

A homenagem se deu justamente pelo reconhecimento ao seu cuidado e zelo com o espaço.

“Em meados dos anos 80, com a desapropriação das casas vizinhas para construção da avenida, a Sra. Abigail deu início À revitalização da mata ciliar no entorno do ribeirão da Penha. Sozinha, aos poucos ela transformou um espaço que antes era marcado por escombros e entulho das casas desmanchadas em um lindo e bem cuidado jardim. Há mais de 30 anos vem cuidando do espaço incansavelmente e diante de todas as adversidades, principalmente pelas limitações de sua idade e da precariedade dos recursos, o mantém limpo e florido, ou seja, impecável em todas as épocas do ano”, destaca nota publicada pela Câmara Municipal na época da homenagem.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui