Hospital Municipal fica na região do São Benedito (Arquivo/Itapira News)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A onda de furtos de veículos nas imediações do Hospital Municipal tem gerado preocupação em cidadãos que precisam se dirigir ao local e deixar seus automóveis estacionados em ruas próximas. Os casos têm aumentado gradativamente e os números começaram a chamar a atenção da população, que cobra medidas das autoridades.

Somente no início desta semana, dois carros foram furtados em dias consecutivos. O primeiro foi na segunda-feira e, na terça-feira, outro veículo foi subtraído por desconhecidos. Nas semanas anteriores, bem como em janeiro, também foram registrados furtos de veículos nas vias próximas ao Hospital Municipal.

Via de regra, as vítimas haviam deixado seus veículos na rua para se deslocar ao local, ou em busca de atendimento, ou para visitar familiares. Os índices já vinham chamando a atenção desde o final do ano passado. O hospital fica no Bairro São Benedito, que possui vizinhança antiga e ruas tranquilas, como a Vila Lobos – onde ocorreram alguns dos furtos.

  • ATENTOS

Consultada sobre o aumento dos casos de furtos de veículos nas proximidades do Hospital Municipal, a Polícia Militar afirmou que está trabalhando para identificar os envolvidos, além de ter reforçado o patrulhamento ostensivo para tentar inibir a ação dos criminosos.

“Ocorre que, naturalmente, o delito é praticado quando não há policiamento no local, por isso é importante as pessoas que estão naquela localidade, ao perceberem algo estranho, ligarem imediatamente para o telefone 190 e informar pra que possamos averiguar”, ressalta o capitão Marcos Sanches, comandante da 3ª Cia da PM em Itapira.

De acordo com ele, também é importante que os proprietários e condutores de veículos de modelos mais antigos – um dos alvos preferenciais na região afetada – adotem medidas cautelares adicionais para preservá-los. “São carros mais fáceis de serem abertos e darem partida. Sempre enfatizo a necessidade de uso de travas auxiliares e dispositivos de corte de ignição e alarme, por exemplo, que dificultam a ação do ladrão, que costuma desistir do ato quando encontra dificuldade adicional”, frisa.

O comandante da GCM (Guarda Civil Municipal), César Martucci, também confirmou que a corporação reforçou o patrulhamento na área. Ele lembrou ainda que as vítimas, assim que descobrem os delitos, devem se preocupar em informar todos os órgãos de Segurança Pública do município.

“Isso pode ajudar na mobilização das viaturas e aumentar as chances de recuperação dos veículos até prisão dos meliantes. Muitas vezes, a vítima vai diretamente à Delegacia para registrar o boletim de ocorrência, ou avisa somente a Polícia Militar, e a GCM não toma ciência dos fatos. É importante avisar a todos os órgãos, Polícia Civil, a Guarda e a Polícia Militar”, orienta.