Instituto Balangandã segue com atividades e mais apoios (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

As atividades do Instituto Balangandã serão ampliadas em 2021 graças aos patrocinadores que, mais uma vez, garantiram apoio ao trabalho que é desenvolvido em Itapira desde 2017.

No ano em que vai completar quatro anos de atividades, o Balangandã continuará tendo seus projetos patrocinados pelo Laboratório Cristália e pela Haes por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural) do Governo de São Paulo e ganhará também mais um parceiro: o Bancoob (Banco Cooperativo do Brasil) por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

Neste caso, o apoio partiu após indicação feita pelo Sicoob Credinter, que possui agência em Itapira. “São apoios extremamente importantes que vão nos ajudar a manter o trabalho desenvolvido atualmente e possibilitar a ampliação do nosso atendimento”, comenta o coordenador administrativo do Instituto Balangandã, Paulo Bazani.

Atualmente, as atividades se distribuem entre as aulas de musicalização para bebês e crianças com idade entre oito meses e 10 anos, canto coral cênico, prática instrumental (flauta doce) e cultura da infância. Com a ampliação, o atendimento contará também com prática instrumental em piano, oficinas de canto e versos para adultos, coral infantil e aulas de sensibilização musical exclusivamente para pessoas com deficiência motora e cognitiva.

“Neste caso, esses atendimentos serão individuais e feitos com acompanhamento de uma psicóloga”, enfatiza a coordenadora pedagógica do Balangandã, Letícia Fernandes. O prazo para matrículas e rematrículas será aberto em janeiro, com detalhes ainda a serem divulgados. As aulas começam em fevereiro.

Para 2021 também estão previstas apresentações, atividades de difusão cultural e eventos como Café Social e Café Pedagógico. Desde março deste ano, por conta da pandemia, as atividades foram oferecidas por meio de plataformas digitais, remotamente, para respeitar as regras de distanciamento social. A gestão cultural do Balangandã fica por conta da Progescult – Gestão de Organizações e Projetos. Mais informações no site www.balanganda.art.br

Publicidade - Anuncie aqui