A reunião entre prefeitos de cidades da Baixa Mogiana ocorrida na última terça-feira (15) resultou em mais uma medida de forte impacto econômico para tentar frear o avanço do coronavírus.

Está confirmado uma espécie de ‘lockdown noturno’ a partir deste sábado, dia 19 de junho, quando nenhum comércio com exceção de farmácias e postos de combustíveis poderá funcionar entre 19h00 e 5h00.

O objetivo é evitar um possível colapso do sistema de saúde na região. A medida conjunta abrange as cidades de Itapira, Mogi Mirim, Mogi Guaçu e Estiva Gerbi e seguirá em vigor até dia 30 de junho.

Nesse período não será permitida a atividade de drive-trhu ou take-away, mas o delivery será permitido sem restrições de horário. A regra vale para bares, restaurantes, supermercados, igrejas, feiras livres, lojas de conveniência, dentre outras atividades.

Somente estão excluídos destas restrições, farmácias, postos de combustíveis, serviços médicos e hospitalares, serviços funerários e indústrias. O consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos, no mesmo período das 19h00 às 5h00, também fica vetado.

A decisão está embasada em uma nota técnica publicada pelo Centro de Contingência do Coronavírus do Estado de São Paulo, divulgada no último dia 11 e que recomenda a restrição da circulação de pessoas no período noturno nas cidades com taxa de ocupação hospitalar acima de 90% – como é o caso de Itapira, Mogi Mirim e Mogi Guaçu.

Segundo apurado pela reportagem, o prazo poderá ser estendido caso haja descumprimento das medidas restritivas e também se as metas de controle das taxas de ocupação hospitalar não forem atingidas.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui