Temer é alvo de protestos no país (Reprodução)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Temer é alvo de protestos no país (Reprodução)
Temer é alvo de protestos no país (Reprodução)
Publicidade - Anuncie aqui

Ao menos duas cidades da região da Baixa Mogiana – Itapira e Mogi Guaçu – concentrarão protestos contra o governo do presidente Michel Temer (PMDB). Os atos foram confirmados pelas redes sociais.

Os protestos contra o peemedebista já vinham ocorrendo em diversas partes do país há algumas semanas, mas se intensificaram a partir da última quarta-feira (31), quando o impeachment da então presidente afastada Dilma Rousseff (PT) foi aprovado pelo Senado. Na capital paulista e nos grandes centros, por exemplo, os protestos contra o que os movimentos classificam de “golpe parlamentar” têm sido marcados por conflitos violentos entre manifestantes e policiais.

Em Itapira, o ato está marcado para a manhã deste sábado (3) na Praça Bernardino de Campos, a partir das 10h00. Batizado de ‘Fora Temer – Itapira/SP’, o evento é organizado pelo Coletivo Voz Popular e pede a convocação de novas eleições. “Assistimos a um golpe parlamentar pelas mãos dos corruptos e reacionários do Senado e Câmara dos Deputados. Esse processo não representa os anseios da maioria dos jovens, estudantes e trabalhadores de nosso país”, diz a descrição do evento na internet. Na mesma página, o Coletivo afirma que “ser contra o golpe não significa apoiar o governo Dilma e o PT”, mas sim que “é não aceitar nenhum direito a menos”. Segundo a organização, a ideia é também promover um debate sobre “os problemas” a serem enfrentados daqui pra frente e traçar estratégias para aumentar a mobilização.

MOGI GUAÇU

Em Mogi Guaçu, um ato em protesto contra o governo Temer também foi confirmado para esta sexta-feira (2), a partir das 16h00. Segundo o evento, também divulgado via Facebook, haverá concentração na rotatória da Avenida Mogi Mirim próxima ao Hospital Municipal ‘Tabajara Ramos’ – onde também existe uma base da GCM (Guarda Civil Municipal). A página do evento batizado de ‘Resistir sempre, temer jamais’ afirma que o ato será pacífico. “Está consumado o golpe à democracia! Ameaça aos direitos do trabalhador, aos direitos da mulher, ao SUS (Sistema Único de Saúde) e afronta a todas as conquistas do povo brasileiro”, enfatiza a descrição. O 26º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar) informou apenas que o policiamento com vistas aos protestos está “em planejamento”, mas não forneceu outros detalhes.