Professor Clibas faleceu aos 89 anos de idade (André Santiago/ Reprodução Facebook)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O professor aposentado Clibas Ribeiro Paiva faleceu nesta quarta-feira (16) aos 89 anos de idade.

Conhecido como ‘Mestre’, ele atuou durante 40 anos como professor e diretor escolar, tendo participado diretamente da formação de muitos itapirenses no antigo IEESO (Instituto de Educação ‘Elvira Santos de Oliveira’).

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

Era viúvo da dona Maria Conceição Miné Ribeiro Paiva, também ex-diretora da mesma instituição de ensino e falecida há seis anos.

Entre os filhos do casal está o General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, atual chefe do DECEx (Departamento de Educação e Cultura do Exército), além do procurador do Estado de São Paulo, já aposentado, Francisco de Assis; da professora Glaura Maria e de Tâmar Maria, que atua na área de Relações Públicas.

‘Mestre Clibas’ era muito conhecido na cidade, acumulando muito carinho e respeito. Ele chegou em Itapira por volta de 1965 após ser aprovado em concurso público.

Alegre e dedicado, era também muito religioso, com presença marcante na história da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha na época em que Cônego Henrique de Moraes Matos foi vigário e na Igreja Matriz de São Benedito na época do Padre Roque Paiva.

Também pertencia à Ordem Terceira Franciscana e foi seminarista dos Capuchinhos. Segundo Tomaz, o pai já vinha com a saúde debilitada em razão da idade avançada e sofria de Parkinson, que comprometia as funções motoras, mas seguida lúcido.

Há 11 dias precisou ser hospitalizado no Hospital 22 de Outubro, em Mogi Mirim, onde faleceu.

“Nossa família agradece a todas as manifestações de carinho que estamos recebendo. Realmente ele era uma pessoa muito especial, muito amada. A vida inteira se dedicou a Itapira, sempre de forma muito digna e respeitosa com todos”, comentou em entrevista, por telefone, ao Itapira News.

O corpo de Clibas foi transladado pelo Serviço Funerário Itapirense para São Paulo, onde será sepultado no final da tarde no Cemitério da Consolação, em uma cerimônia restrita aos familiares.