Léo Santos tinha 62 anos (Arquivo pessoal/Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O fotógrafo e fotojornalista Leovaldo Santos da Costa, o popular Léo Santos, morreu na madrugada desta quarta-feira (15).

Ele estava internado no Hospital das Clínicas da Unicamp (Universidade de Campinas) desde o primeiro dia do ano, depois de sofrer um infarto.

Em dezembro passado ele já havia sofrido outro infarto, passando por atendimento em Itapira e tendo alta médica.

O segundo ataque cardíaco, contudo, foi mais forte e ele precisou ser transferido para a Unicamp. A informação nos últimos dias era de que a equipe médica aguardava a estabilização de seu quadro clínico para realização de cirurgia.

Léo Santos tinha 62 anos e deixa um legado de décadas de trabalho em prol do fotojornalismo e do radialismo regional. Atuou nos principais meios de comunicação da cidade e da região, com passagens por jornais impressos como O Impacto, A Comarca e O Popular de Mogi Mirim, além do Cidade de Itapira.

Nos últimos anos, atuava como colaborador do jornal Tribuna de Itapira. Também trabalhou em diversas rádios, entre elas a Clube, de Itapira, e a CBN e a Chamonix, de Mogi Mirim. Iniciou sua carreira no fotojornalismo em São Paulo e também atuou como repórter de campo, em coberturas esportivas, e em coberturas de eventos.

Manteve durante muitos anos uma loja – Foto Léo – no Centro de Itapira. Era muito conhecido por seu jeito brincalhão e sempre bem humorado. Léo Santos faleceu por volta de 1h00, segundo familiares. O corpo está sendo velado no Velório Municipal da Saudade e o sepultamento acontece às 17h00 no Cemitério Municipal da Saudade.