Pastor faleceu após ficar internado em Mogi Guaçu (Divulgação)
publicidade

O pastor evangélico Onério Alves morreu na noite da última quinta-feira (12), aos 79 anos em Itapira.

Líder religioso responsável pela Assembleia de Deus – Ministério Madureira, ele era muito conhecido na cidade e colecionou amigos e admiradores ao longo de toda a vida.

Ele deixa cinco filhos, 16 netos e cinco bisnetos, além da esposa, a pastora Maria Auxiliadora Barreto Alves.

A morte aconteceu em decorrência de complicações de saúde após contaminação pelo coronavírus.

Ele estava internado no Hospital São Francisco, em Mogi Guaçu, desde o dia 5 de agosto.

Nascido em Oriente (SP) em 1942, ele era Primeiro Sargento Reformado da Polícia Militar.

Mudou-se para Itapira em 2003 e assumiu a coordenação da comunidade evangélica do Ministério Madureira como comendador.

Em 2010, recebeu a Medalha do Cinquentenário das Forças de Paz, reconhecimento da Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz da Organização das Nações Unidas

Em 2013 foi agraciado com o Título de Cidadão Itapirense pela Câmara Municipal. Conduziu projetos sociais que ajudaram famílias carentes e liderou iniciativas de evangelização.

O corpo do pastor Onério está sendo velado na sede da Assembleia de Deus – Ministério Madureira, no Nosso Teto. O cortejo fúnebre sairá às 15h00 em direção ao Cemitério Parque Municipal da Paz

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui