Botijões se tornaram item raro em meio à crise provocada pela greve (Fotos Públicas)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Depois da escassez de combustíveis – especialmente gasolina e álcool – a greve dos caminhoneiros agora também já se reflete na distribuição de gás de cozinha em Itapira.

Assim como ocorreu com os postos, desde sexta-feira (25) os estabelecimentos do setor registraram grande aumento na demanda de pedidos. Com isso, os estoques baixaram rapidamente e, com os caminhões paralisados, a reposição não acontece.

São inúmeros relatos nas redes sociais sobre a falta de gás na cidade. A reportagem consultou, na manhã deste sábado (26), diversos distribuidores que afirmaram não possuir mais qualquer unidade para a venda. A situação se repete em cidades da região, como Mogi Mirim e Mogi Guaçu.

Além da falta do produto, a correria também fez com que o preço subisse em alguns distribuidores. Assim como no caso dos combustíveis, quem ainda tem uma reserva de gás em casa ou no comércio deve se precaver e economizar ao máximo os recursos.