Comitiva itapirense se reuniu com Chedid em São Paulo e pediu apoio para entrar no Circuito das Águas Paulista (Divulgação)

A Prefeitura de Itapira voltou a adotar medidas para tentar ingressar no consórcio intermunicipal do Circuito das Águas Paulista.

O pedido para que a cidade passe a fazer parte do conjunto de cidades turísticas foi reiterado nesta semana ao deputado estadual Edmir Chedid (DEM) pelo prefeito Toninho Bellini (PSD).

Ele esteve em reunião com o parlamentar ao lado do secretário municipal de Cultura e Turismo, César Lupinacci, e do diretor de Cultura, Ezequiel Barel Filho.

O assunto volta ao noticiário um ano após divulgação, também pela Prefeitura, do mesmo pedido feito em julho do ano passado, porém ao então presidente do consórcio e prefeito de Socorro (SP), André Bozola.

Na época, a administração sob a gestão do então prefeito José Natalino Paganini (PSDB) afirmou que Itapira estava “a um passo de ingressar no Circuito das Águas Paulista” e enfatizou que as tratativas tinham o apoio do deputado estadual Barros Munhoz (PSB).

O assunto, como visto, não prosperou. Agora, a administração de Bellini diz que já está em contato com o atual presidente do consórcio e prefeito de Monte Alegre do Sul, Edson Rodrigo de Oliveira Cunha, para formalizar o pedido e discutir questões técnicas.

“Nós já possuímos o título de Município de Interesse Turístico (MIT) e com muitas ações em planejamento para a retomada do turismo pós-pandemia. Já estamos ao lado dessas cidades e esse ingresso seria de extrema importância para o desenvolvimento turístico de Itapira”, afirma Bellini.

Ainda de acordo com a Prefeitura, a reunião com o prefeito de Monte Alegre “deve ocorrer nos próximos dias”. Atualmente o consórcio intermunicipal é composto por nove cidades da região, cada uma com sua respectiva característica turística: Águas de Lindóia, Amparo, Holambra, Jaguariúna, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui