Marcelo está em tratamento contra a Covid-19 nos Estados Unidos (Divulgação/Arquivo pessoal)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O dentista e empresário Marcelo Audi Rosanova pode ter sido o primeiro itapirense a contrair Covid-19, o novo coronavírus, no Exterior.

Desde dezembro ele está em Orlando, na Flórida, Estados Unidos, e apesar de ter se cercado de todos os cuidados, acabou testando positivo para a doença.

O resultado saiu na última terça-feira (21). Marcelo é sócio da clínica OdontoCompany em Itapira e viajou para tratar de assuntos particulares que acabaram se estendendo.

O retorno que seria neste mês acabou sendo afetado pelo cancelamento dos voos e restrição dos aeroportos.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

Foi o próprio empresário que fez contato com a reportagem do Itapira News para que o seu diagnóstico fosse divulgado como uma forma de “alertar a população”. Recentemente, o médico ortopedista Rafael Lopes também testou positivo para a doença.

“Resolvi me expor pela necessidade dos itapirenses levarem a sério tudo o que está ocorrendo. Infelizmente, isso somente é visto como real e sério quando alguém que conhecemos sofre o mal. Peço que todos se preservem e respeitem as regras do serviço de saúde local”, disse Marcelo.

Ao falar com a reportagem via e-mail nesta quarta-feira (22), ele contou que há dois dias passou a ter febre alta, acompanhada de tosse e falta de ar. Também perdeu totalmente o apetite.

Na manhã de hoje, Marcelo procurou atendimento via AdventHealth, sistema de assistência médica sem fins lucrativos sediado na Flórida. Foi preparado para uma consulta, mas acabou internado com oxigênio nasal, tomando soro e “tossindo, com dor semelhante a uma pneumonia”.

“Apesar de ter tomado todo cuidado com distanciamento social, recebi o resultado positivo. Precisarei ficar em quarentena, pois sou hipertenso e tenho predisposição para diabetes. Acho que sou o primeiro caso de itapirense contaminado no Exterior”, relatou.

“Não me importo de expor o contágio, pois isso poderá ser bem útil para a cidade. Como sou muito conhecido em Itapira, talvez isso possa a ajudar as pessoas compreenderem que o vírus realmente existe, e quando isso acontece com alguém que conhecem podem aproveitar para refletir e respeitar as regras de isolamento e contenção do contágio”, completou.

Marcelo reforçou o potencial viral do Covid-19, disse estar com medo, mas espera que o susto “sirva de exemplo à cidade”. “Mesmo eu, como profissional da saúde, tive a infelicidade de contrair o vírus. Só resolvi me expor para que as pessoas possam levar mais a sério”, finalizou.

Atualmente, Orlando tem mais de 1.200 casos positivos e 27 mortes confirmadas em decorrência do novo coronavírus. O Estado de São Paulo, até a última terça-feira (21), já contabilizava 1.037 mortes e mais de 14 mil casos confirmados.

Em Itapira, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, são 17 casos positivos, com quatro óbitos confirmados em razão da Covid-19.