publicidade

A CPFL Paulista instalou um novo sistema de geração fotovoltaica de 101,92 kWp na empresa Jampac Indústria e Comércio de Alimentos, em Itapira.

Além disso, a iluminação foi substituída por lâmpadas LED, mais eficientes, e foram feitas melhorias nos sistemas motrizes, com a substituição de 18 motores. As obras já estão concluídas e receberam um investimento de R$ 610 mil.

Todas as ações envolvidas no projeto proporcionarão uma economia de 221,86 MWh de energia ao ano, equivalente ao consumo de 94 residências, e auxiliarão a reduzir o impacto ao meio ambiente.

A estimativa é que a empresa de alimentos deixe de emitir 28,05 toneladas de CO², equivalente ao plantio de 168 árvores.

“Contribuir com o crescimento do setor elétrico brasileiro é um dos pilares da CPFL e a isso somamos nosso compromisso em oferecer sistemas mais eficientes de energia, que geram benefícios econômicos e ambientais para nossos clientes”, afirma Diogo Palermo Gonçalves, analista de Projetos de Eficiência Energética da CPFL.

Empresa foi selecionada em edital da CPFL para instalação de sistema fotovoltaico que vai ajudar na economia de energia elétrica (Paulo Bellini/ItapiraNews)

De acordo com ele, o projeto vai impactar positivamente a comunidade itapirense e os colaboradores da Jampac. A proposta da empresa foi aprovada por meio da Chamada Pública de 2020, financiada com recursos do Programa de Eficiência Energética da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Nela, clientes que desejam consumir energia elétrica de forma consciente podem inscrever seus projetos, que são avaliados em quatro fases: documental (análise dos documentos solicitados), técnica (avaliação da viabilidade), compliance (avaliação do cliente sob a ótica das leis anticorrupção) e ranking (pontuação e classificação).

Ano passado, 36 projetos foram selecionados e receberão um investimento total de R$34,4 milhões. A ação faz parte do pilar Valor Compartilhado do plano de sustentabilidade da empresa, que prevê aplicar até 2024 mais de R$ 1,8 bilhão para impulsionar a transição para uma forma mais sustentável e inteligente de produzir e consumir energia, maximizando impactos positivos na comunidade e na cadeia de valor, além de reduzir os impactos gerados pela natureza do seu negócio.

A iniciativa também está alinhada aos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU, mais especificamente ao objetivo 3: Saúde e Bem Estar do qual o presidente da companhia, Gustavo Estrella, é embaixador pelo programa Liderança com Impacto.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui