Órgãos foram transportados em operação com aeronave da Polícia Civil (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Um dos órgãos doados pela família de uma garotinha itapirense de apenas 14 anos que faleceu no Hospital Municipal já está contribuindo para salvar uma vida.

O pulmão transportado pela equipe médica no hospital Pelicano da Polícia Civil na noite da última quinta-feira (3) foi transplantado em um paciente gravemente acometido pela Covid-19 em São Paulo.

Ato de amor e solidariedade de família itapirense já ajuda a salvar vidas (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O órgão foi levado ao Hospital Israrelita Albert Einsten, para o transplante em um paciente de 23 anos – que já era transplantado e que teve que fazer o procedimento após ter o pulmão comprometido pelo coronavírus.

O hospital informou que a cirurgia demorou 12 horas e que o paciente passa bem. Além do pulmão, a família da menina também autorizou a doação de córneas, rins e fígado.

Publicidade - Anuncie aqui