Jennifer durante depoimento no Fórum de Itapira, em dezembro de 2020 (Paulo Bellini/ItapiraNews/Arquivo)

A 1ª Vara de Justiça de Itapira decidiu que Jennifer Natalia Pedro, mãe da bebê Ísis Helena, deve ser levada a júri popular.

Ela foi denunciada pelo Ministério Público pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsa comunicação de crime.

A decisão saiu nesta sexta-feira (5), mantendo ainda a prisão preventiva da mãe da criança e protagonista de um dos casos policiais de maior repercussão na história da cidade.

Ainda cabe recurso e, por isso, não há data prevista para o julgamento. Na decisão, a juíza Vanessa Aparecida Bueno afirma que a prisão deve se manter para garantir a ordem pública e a aplicação da lei penal.

“[…] Medida diversa da prisão seria claramente insuficiente e geraria sentimento de odiosa impunidade, ainda mais em se tratando de crime tão nefasto, que alcançou profundo clamor social”, diz trecho da decisão.

Jennifer confessou a morte da filha depois de ser presa, em abril do ano passado. Antes, porém, durante mais de um mês ela manteve a versão de que a filha havia desaparecido.

Publicidade - Anuncie aqui