Trabalhadores protestam na Usina, em Itapira, durante greve no começo do ano (Arquivo)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Trabalhadores protestam na Usina, em Itapira, durante greve no começo do ano (Arquivo)
Trabalhadores protestam na Usina, em Itapira, durante greve no começo do ano (Arquivo)

O leilão realizado na tarde desta quarta-feira (27) em São José do Rio Preto (SP) não atraiu nenhum lance destinado à fazenda São José das Borboletas, de propriedade do GVO (Grupo Virgolino de Oliveira).

A arrematação da propriedade situada em Catanduva (SP) representava a esperança de pagamento das dívidas trabalhistas da companhia sucroalcooleira que atravessa grave crise financeira.

O imóvel dividido em duas matrículas abrange 473 alqueires e está penhorado desde o início do ano pela Justiça Trabalhista. O valor das duas áreas às margens da Rodovia Washington Luiz totalizam aproximadamente R$ 88 milhões. O lance mínimo definido para o leilão de ontem era de R$ 70.949.000,00.

O procedimento começou às 13h00 e foi encerrado por volta das 16h00. Outros lotes faziam parte da hasta pública. Não foram ofertados lances referentes à fazenda, nem presencialmente, nem pela internet.

A penhora foi motivada por uma ação coletiva movida contra o GVO por diversos sindicatos que representam os trabalhadores das quatro usinas da companhia. O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Itapira também figura entre os autores do processo.

O presidente da entidade, José Emílio Contessoto, lamentou que a propriedade não tenha sido arrematada. “Amanhã (hoje) vou falar com o nosso advogado para ver quais serão nossas providências, pois não dá pra ficar dependendo só deste leilão. O Grupo Virgolino de Oliveira está produzindo e vendendo, e os trabalhadores estão sem receber seus direitos em atraso”, criticou.

Em março, Justiça já havia autorizado a venda de uma das matrículas da propriedade por R$ 31 milhões. Na época, um possível comprador demonstrou interesse, mas o negócio não se concretizou.