publicidade - anuncie aqui

Os cidadãos que pretendem votar nas eleições municipais de outubro têm menos de quatro meses para tirar o primeiro título de eleitor ou regularizar o documento.

A partir de 8 de maio, o cadastro eleitoral será fechado e nenhuma alteração poderá ser feita nos registros eleitorais.

Em Itapira, hoje são 53.177 eleitores aptos, 13.381 eleitores com inscrição cancelada – destes, 4.807 estão nessa situação por não terem realizado coleta biométrica em 2019.

“Em muitos casos, esses eleitores podem ter sido habilitados para votar em 2020 e em 2022. Ainda assim, todos devem procurar o cartório para regularizar sua situação”, diz o chefe do Cartório Eleitoral de Itapira, Marcello Torres.

Outros 768 eleitores itapirenses estão com seus direitos políticos suspensos por causas relacionadas a condenações criminais, incapacidade civil absoluta e condenações por improbidade administrativa, por exemplo.

O cumprimento do prazo vale para jovens a partir de 16 anos que pretendem votar pela primeira vez e para o eleitor que está em situação irregular por ter deixado de votar e justificar ausência por três eleições consecutivas.

Para regularizar a situação, o eleitor deve entrar no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e acessar as opções disponíveis. Para checar a situação da inscrição eleitoral, basta preencher o número do CPF.

Para tirar a primeira via do título de eleitor, os interessados podem clicar na opção título eleitoral e seguir os passos sugeridos pelo atendimento eletrônico. No primeiro turno, que será realizado no dia 6 de outubro, os eleitores irão às urnas para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

O segundo turno está previsto para o dia 27 do mesmo mês em municípios com mais 200 mil eleitores em que nenhum candidato a prefeito obteve votos suficientes para vencer a disputa na primeira rodada.

Print Friendly, PDF & Email
Publicidade - Anuncie aqui