Mello Araújo se despediu do comando da ROTA (Divulgação/PMESP)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O Tenente-Coronel Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo encerrou sua carreira na ativa da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Na última quinta-feira (21) ele se despediu do comando da ROTA (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) do 1º Batalhão de Policiamento de Choque de São Paulo, posto que ocupava desde maio de 2017 e órgão pelo qual já havia passado como tenente.

Na cerimônia de despedida, Mello Araújo, como é conhecido, recebeu a visita do senador Major Olímpio e agradeceu pela oportunidade de desempenhar o trabalho de comando da ROTA. Pelo rádio de uma das viaturas, ele falou aos policiais e demais autoridades, comunicando o encerramento da carreira na ativa.

“Tenho em mim um misto de sensações. Alegria pelo dever cumprido e tristeza, pois sei que sentirei muita falta. Para mim foi uma missão desafiadora estar à frente de uma tropa que por si só já desempenha suas missões com excelência. Mas eu cheguei pra me unir a eles, não apenas comandar, e juntos mostramos à população que somos todos irmãos e que abdicaremos do que for necessário em nome da missão”, comentou o oficial.

Senador Major Olímpio participou de cerimônia na capital (Divulgação/PMESP)

Mello Araújo comandou 3ª Cia da Polícia Militar de Itapira entre os anos de 2010 e 2011, de onde saiu para atuar diretamente na Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. Dentro da corporação, o tenente-coronel formou-se como instrutor de Educação Física e ainda concluiu os cursos de Patrulhamento Tático e de Segurança Física de Dignitários. Fora da PM, cursou o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS).

Natural de São Paulo, ingressou na Polícia Militar em 2 de fevereiro de 1987.  Ao longo de sua trajetória na PM, atuou como comandante interino e subcomandante do 26º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), localizado em Mogi Guaçu e responsável pelo policiamento em oito cidades da região – entre elas Itapira. Entre outras funções, ainda foi comandante de pelotão da Rota e do Choque. Entre as principais condecorações, o novo comandante foi agraciado com láureas do Mérito Pessoal, do 5º ao 1º grau, e com as medalhas Cruz de Sangue (grau bronze), Centenário do Batalhão ‘Tobias de Aguiar’ e do Cinquentenário do Canil.