Ogari de Castro Pacheco inaugurou memorial (Divulgação)

O Laboratório Cristália inaugurou um memorial que reúne documentos históricos e objetos que narram a trajetória de quase 50 anos da presa itapirense.

O acervo fica no complexo industrial em Itapira, as margens da Rodovia SP-147 (Itapira/Lindoia) e foi oficialmente apresentado no dia 23 de setembro a executivos e familiares dos fundadores Ogari de Castro Pacheco e João Maria Stevanatto.

O Memorial Cristália, como foi batizado, concentra uma linha do tempo com os destaques da empresa, galeria de prêmios, principais inovações, patentes, evolução tecnológica e uma maquete do Complexo Industrial.

Memorial reúne objetos históricos que contam a história da empresa (Divulgação)

As galerias contam com objetos históricos, fotos, vídeos e reproduções realísticas. A trajetória pessoal e profissional dos fundadores também faz parte do memorial.

No evento de inauguração, Pacheco enfatizou sua satisfação pelo legado deixado e pelo orgulho em saber que a segunda e a terceira geração estão cuidando da empresa com excelência.

Pacheco enfatizou a emoção durante cerimônia de inauguração (Divulgação)

“Graças ao trabalho e dedicação de cada um dos nossos colaboradores, nesta pandemia, salvamos milhares e milhares de vidas”, destacou.

Prestes q completar cinco décadas de atividades, o Laboratório Cristália, é um Complexo Industrial Farmacêutico, Farmoquímico, Biotecnológico, de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação 100% brasileiro.

É pioneiro na realização da cadeia completa de um medicamento, desde a concepção da molécula até o produto final.

Possui 118 patentes a nível mundial, sendo recordista nacional. Em anestesia, é líder de mercado na América Latina. 

Atualmente, o Grupo Cristália conta com cerca de 5.600 colaboradores, considerando as empresas coligadas.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui