Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Alair Junior/Portal Mogi Guaçu

Um dos coquetéis arremessados contra a base (Alair Junior)
Um dos coquetéis arremessados contra a base (Alair Junior)

A base comunitária da Guarda Civil Municipal de Mogi Guaçu (SP), localizada na Avenida Bandeirantes, na Vila Leila, sofreu um ataque, na madrugada desta sexta-feira (11), gerando um principio de incêndio.

Por volta das 2h40, um homem utilizou garrafas de vidro contendo um tipo de líquido inflamável com um tecido em chamas (coquetel molotov) que foram jogados contra duas janelas do local.

Inicialmente o desconhecido lançou uma garrafa contra um dos vidros da frente, no entanto, o material blindado não foi danificado. A garrafa quebrou, o líquido se espalhou, mas não houve combustão.

Percebendo a resistência, o agressor procurou por um lugar mais frágil, encontrando a janela da cozinha na lateral esquerda onde o vidro é comum. Naquele ponto, ele conseguiu incendiar o cômodo jogando duas unidades da referida ‘bomba’, no entanto, apenas uma causou o principio de incêndio. O autor fugiu em seguida.

Houve intenso patrulhamento realizado por várias unidades da corporação e também da Polícia Militar, no entanto, nenhum suspeito foi encontrado. De acordo com o sub-comando da GCM, nenhum guarda foi ferido no ataque. O principio de incêndio foi contido pelos próprios GCMs que relataram danos apenas na cozinha.

Princípio de incêndio chegou a ser registrado (Alair Jr)
Princípio de incêndio chegou a ser registrado (Alair Jr)