Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue (Arquivo/Agência Brasil)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Prefeitura de Mogi Guaçu confirmou a primeira morte por dengue hemorrágica na cidade neste ano. A vítima é um homem de 63 anos que foi internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa no início da madrugada de domingo (26).

O óbito ocorreu no mesmo dia. Segundo a Vigilância Epidemiológica, o paciente havia recebido hidratação no mesmo hospital na sexta-feira (24).

“Por norma, a Vigilância Epidemiológica investigará os prontuários de internação e laudos de exames e notificará a ocorrência ao Ministério da Saúde e ao Comitê Municipal de Controle de Dengue”, informa nota da Prefeitura.

Há ainda outra suspeita de óbito por dengue de uma paciente que faleceu na madrugada do dia 22 no Hospital Municipal ‘Tabajara Ramos’, mas o caso ainda está sendo investigado pela Vigilância e até o momento não há confirmação de que a doença tenha, de fato, provocado a morte.

Segundo o mais recente relatório semanal de casos de dengue, emitido pela Vigilância Epidemiológica na sexta-feira (24), Mogi Guaçu registra desde janeiro 3.505 notificações de dengue, com 1.603 casos positivos e 136 aguardando o resultado dos exames. Os demais deram negativo.

  • ITAPIRA

Em Itapira, os casos positivos da doença também seguem aumentando. Até a última sexta-feira (24), data do mais recente relatório, o número de casos positivos era de 92, sendo que mais 79 exames aguardavam a chegada dos resultados.