Colisão frontal destruiu os veículos envolvidos (Portal Mogi Guaçu)
publicidade
Colisão frontal destruiu os veículos envolvidos (Portal Mogi Guaçu)
Colisão frontal destruiu os veículos envolvidos (Portal Mogi Guaçu)

Tarso Zagato/Portal Mogi Guaçu

O 2º DP da Polícia Civil de Campinas (SP) confirmou, na manhã desta terça-feira (23), a morte do quarto envolvido no acidente que vitimou três guaçuanos da mesma família – pai, mãe e filho – no final da noite do último sábado (20), na SP-107, em Jaguariúna (SP).

A vítima é o cabeleireiro Ismael Machado, de 55 anos, morador de Holambra (SP), que dirigia o Fiat/Linea que invadiu a pista contrária e atingiu o carro onde estava a família. Ele sofreu traumatismo craniano e estava internado no Hospital da PUC (Pontifícia Universidade Católica), também em Campinas. O óbito foi constatado no início da madrugada de hoje.

Segundo apurado no local, o cabeleireiro, supostamente, ocasionou a colisão ao invadir a preferencial do VW/Gol dirigido pelo guaçuano Enivaldo Rosa Silva, que morreu na hora. Uma garrafa e uma lata de vodka foram encontradas dentro do carro de Machado, ambas vazias, segundo relatório da Polícia Militar Rodoviária.

As evidências foram coletadas e apreendidas por oficiais da Polícia Científica que periciaram o local e devem emitir laudo conclusivo que será enviado à Polícia Civil, que investiga o caso.

Além dos dois motoristas, morreram no acidente Marta Gomes de Moraes Silva, 37, mulher de Enivaldo, e Tiago Moraes Silva, de apenas oito anos, filho do casal. Outras duas filhas do casal, que também estavam no acidente, seguem internadas em estado gravíssimo no hospital da PUC.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui