Motoristas da Itajaí planejam paralisação para terça-feira (Arquivo)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Sindicato anunciou possível paralisação de duas horas (Arquivo)
Sindicato anunciou possível paralisação de duas horas (Arquivo)
Publicidade - Anuncie aqui

Os motoristas do transporte coletivo urbano de Itapira deverão cruzar os braços por duas horas na próxima terça-feira (16). A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Condutores de Mogi Guaçu e Região, que abrange a categoria no município.

Segundo a entidade sindical, a paralisação deverá ocorrer entre 13h00 e 15h00. O motivo apresentado pelo Sindicato é que a função de cobrador das catracas foi definitivamente extinta dos circulares, mas a Viação Itajaí – concessionária do transporte público no município – não se posicionou sobre o pagamento da gratificação obrigatória aos motoristas que, além de conduzirem os coletivos, também têm que cobrar as passagens.

A paralisação tem caráter de alerta para uma possível greve e visa pressionar a empresa. Segundo o Sindicato, desde o ano passado a Viação Itajaí vem reduzindo o número de postos de cobradores do quadro de funcionários. A entidade garantiu que os cinco últimos cobradores dos ônibus cumpriram o último dia de trabalho nesta sexta-feira (12).

De acordo com ele, para acumular as funções de motorista e cobrador, os condutores devem receber pagamento adicional de 5% sobre o valor arrecadado com as vendas nas linhas. O Sindicato disse que a Viação Itajaí foi notificada sobre a paralisação também nesta sexta-feira e que tem até o final da manhã de terça-feira para apresentar proposta aos funcionários. Caso isso não aconteça, a paralisação será deflagrada e poderá servir como estopim para uma greve. “(A paralisação é uma forma) de demonstrar a insatisfação de toda categoria em face de algumas práticas irregulares por parte da empresa. Caso a empresa não regularize e solucione os problemas até a data da paralisação, será deflagrada a devida greve”, avisou o Sindicato em nota remetida ao Itapia News.

Um protesto semelhante já ocorreu em 2014, quando motoristas pararam por duas horas e se concentraram na Estação Rodoviária. No ano passado, a categoria chegou a deflagrar uma greve para cobrar reajuste salarial da empresa. O Sindicato também cobra da empresa um local adequado para que os funcionários façam a conferência do caixa. De acordo com a entidade, atualmente esse trabalho é realizado no guichê da empresa na Rodoviária, mas o local não teria condições de segurança. Procurada, a Viação Itajaí não se manifestou.