Muitos veículos seguem transitando pelo trecho, apesar de irregularidades (ItapiraNews)

Um festival de desrespeitos à sinalização, com constantes situações que geram riscos de acidentes.

Assim pode ser definido o cenário dos últimos dias no trecho da Rua Comendador João Cintra entre a Avenida Rio Branco e a Rua Agostinho Avancini, na área central do município.

Desde que o local sofreu alteração viária no fim de julho, com implantação de apenas uma mão de direção dos veículos, muitos motoristas e motociclistas simplesmente ignoram a sinalização e avançam pela via normalmente no sentido proibido.

A situação vem gerando muito preocupação em quem mora ou trabalha por perto. Apesar das placas instaladas no local pelo Departamento de Trânsito, o desrespeito é constante.

“(As infrações) somente vão parar quanto tiver um acidente muito grave aqui”, lamenta um dos moradores próximos, Paulo Sanches, 62. Ele conta que no último fim de semana praticamente não dormiu em razão dos muitos barulhos de frenagens no trecho.

 

 

Sanches prevê possíveis acidentes (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O ato de transitar pela contração de direção em vias com sinalização de sentido único de circulação configura infração gravíssima ao CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

  • FLAGRANTES

De fato, em apenas uma hora no local, das 10h30 às 11hh30 desta terça-feira (3), a reportagem do Itapira News flagrou dezenas de infrações cometidas por condutores de carros e de motos.

Em alguns casos, quase houve colisões entre veículos que saíram da Avenida Rio Branco para ingressar no trecho e se deparavam com outros veículos em sentido oposto, transitando irregularmente.

Eliete testemunha infrações diariamente (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Nem mesmo o motorista de uma ambulância respeitou a sinalização. A instrutora de trânsito Eliete Del Buno, 42, trabalha em uma autoescola nas imediações e é testemunha ocular das muitas situações de risco geradas pelas infrações no trecho.

“Ninguém respeita desde que virou contramão. Liguei no Departamento de Trânsito e colocaram mais uma placa e também o cavalete que está aqui, mas não adiantou nada”, conta.

Ela afirma ainda que muitos motoristas se sentem ofendidos quando alertados verbalmente sobre a mudança. “Alguns xingam, mas está muito perigoso. Toda hora tem barulho de carro freando, o fluxo é muito grande aqui e nos horários de picos vira uma bagunça”.

Nem ambulância respeitou sinalização (ItapiraNews)
  • OUTRO LADO

A reportagem cobrou um posicionamento do Departamento de Trânsito sobre o assunto. Em nota remetida pela assessoria de comunicação da Prefeitura, o órgão garantiu que “já está tomando providências diante das denúncias relatadas” e que “já determinou que agentes de trânsito fiquem no local para orientar os motoristas. Eles estão no local monitorando”.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui