Centro Cardiológico inicia as atividades: foco em tornar Itapira referência regional (ItapiraNews)
publicidade - anuncie aqui

O novo Centro Cardiológico, inaugurado pela Prefeitura de Itapira na manhã de segunda-feira (10), pretende transformar o município em referência regional nesta especialidade médica.

Pelo menos este foi o tom do discurso do prefeito Toninho Bellini (PSD) na entrega do setor que passa a funcionar no CEM (Centro de Especialidade Médicas) ‘Dr. Ronaldo Monezzi’, ao lado do Hospital Municipal.

“Este é apenas o início de um trabalho. Em breve podemos sim nos tornarmos referência em cardiologia”, salientou o chefe do Executivo, antes do descerramento da placa inaugural.

O Centro de Cardiologia oferta consultas da especialidade, exames específicos e ainda um ambulatório para tratamento de insuficiência cardíaca. “Todos os projetos que a administração tinha em mente foram e estão sendo gradativamente muito bem executados”, reforçou o secretário municipal de Saúde, Vladen Vieira.

A equipe de cardiologistas é formada por dois médicos que já atendem no Cais (Centro de Assistência Integral à Saúde), Antonio Fidelis Guil e Daniel Duarte da Conceição Miranda, e mais dois especialistas em exames, Raul Serra Valério e Valentim Patrício Valério.

Momento em que o prefeito Toninho Bellini e autoridades municipais faziam o descerramento da placa inaugural (ItapiraNews)

O novo serviço foi criado para proporcionar maior integração da especialidade junto à Rede Básica de Saúde e HM. O acesso dos pacientes será por meio das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e do hospital via Central de Regulação do município.

Além da consultas, entre os exames oferecidos no local estão eletrocardiograma, ecocardiograma, ecocardiograma de estresse, teste ergométrico, holter de 24 horas e Mapa (Monitorização Ambulatorial de Pressão Arterial).

Para a implantação foram investidos R$ 50 mil em reforma das salas e aquisição de equipamentos. A partir de terça-feira (11), as consultas de cardiologia e os exames de eletrocardiograma passam para o novo centro, que fica à Rua Reverendo Alfredo Guimarães, 65, ao lado do HM.

  • PRIMEIRO PASSO

Segundo explicou o coordenador do Centro de Cardiologia de Itapira, Valentim Patrício Valério, a entrega do novo espaço representa o primeiro passo de um projeto bem mais amplo. “Esse serviço busca trabalhar em três frentes: exames e consultas, pacientes internados com protocolos feitos e, principalmente, na prevenção”, detalhou, reforçando que as doenças cardiovasculares matam atualmente no país 400 mil pessoas ao ano – 330 mil infartos e 170 mil AVCs (Acidentes Vasculares Cerebrais).

São doenças que possuem fatores de risco bem estabelecidos, como obesidade, sedentarismo, diabetes, tabagismo e hipertensão. “Temos que agir nesses fatores de risco para diminuir a mortalidade. Apesar de todo avanço tecnológico, as doenças cardiovasculares continuam matando muita gente”, salientou.

Para fazer com que os números caiam, além da atuação direta nas consultas, outra ação preventiva será desencadeada futuramente junto às crianças. “Queremos levar palestras às escolas e reforçar às crianças que façam atividades físicas, controlem a obesidade e também aquilo que comem, em termos de hipertensão e diabetes”, completou Valério.

Na parte hospitalar, o plano para o futuro é o município possuir uma unidade de hemodinâmica, para a realização de exames de cateterismo.

Print Friendly, PDF & Email
Publicidade - Anuncie aqui