Trabalhos já movimentam equipes na antiga vicinal (Paulo Bellini/ItapiraNews)
publicidade

As obras de recuperação da Rodovia Antônio Joaquim de Moura Andrade – SPI-177/342, a antiga vicinal entre Itapira e Mogi Guaçu, já tiveram início.

Os serviços começaram na manhã da última quinta-feira (10) simultaneamente ao evento de anúncio das obras pelo governador João Doria (PSDB), no Centro Cultural de Mogi Guaçu.

A etapa inicial já gera movimentação de máquinas e trabalhadores em um trecho da pista em solo itapirense, nas proximidades do acesso ao bairro rural do Rio Manso.

As obras com investimento superior a R$ 84 milhões incluem a recuperação total do asfalto dos quase 23 quilômetros de extensão da rodovia, além da pavimentação de acostamentos e implantação de trechos com faixas adicionais, entre outras melhorias como a revitalização da sinalização.

A pista que recebe mais de seis mil veículos por dia é uma importante ligação entre Itapira e Mogi Guaçu e tem papel fundamental no escoamento da produção agrícola entre a região da Baixa Mogiana e o Sul de Minas Gerais.

  • IMPORTÂNCIA

“É uma obra muito importante, que recupera e amplia a ligação entre os municípios de Mogi Guaçu e Itapira. Essa rodovia não só escoa a produção agrícola, mas também facilita o ir e vir das pessoas, melhorando a qualidade de vida”, declarou o governador durante o evento.

Os trabalhos são executados pela empresa Compec Galesso Engenharia e Construções Ltda, vencedora da licitação aberta pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem).

“Essa estrada que era vicinal e foi estadualizada tem uma importância muito grande para toda essa vasta região”, disse o deputado Barros Munhoz (PSB), também presente no evento e autor da conquista.

O prefeito Toninho Bellini (PSD) também marcou presença no evento que reuniu dezenas de autoridades, além do prefeito guaçuano Rodrigo Falsetti (Cidadania). “Trata-se de uma obra muito importante. Diariamente muitos itapirenses transitam por essa rodovia e ela está muito deteriorada e perigosa em vários trechos”, disse Bellini.

Autorização das obras foi assinada em evento com governador (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O prazo para conclusão da primeira fase das obras da vicinal é de 24 meses. A pista começou a ser construída em 1978 e foi entregue no início dos anos 1990. Em 2008 passou por obras com investimentos na ordem de R$ 4 milhões.

Ela começa na Rodovia SP-342, entre Mogi Guaçu e Espírito Santo do Pinhal, e termina no acesso à Rodovia SP-352, entre Itapira e Jacutinga, no chamado Trevo da Usina. As condições precárias da pista sempre foram motivo de muitas reclamações, contribuindo para inúmeros acidentes.

Trecho entre Itapira e Mogi Guaçu já está em obras (ItapiraNews)

A pista ficou conhecida por ser um trecho perigoso, especialmente pela presença de muitos caminhões e ausência de acostamentos. O trecho, entretanto, acaba sendo a opção de muitas pessoas que se deslocam entre as duas cidades e preferem evitar os custos com o pedágio da rodovia entre Itapira e Mogi mirim.

Em 2014 o trecho foi estadualizado, ou seja, deixou de ser uma estrada vicinal e se tornou rodovia estadual. Agora, a expectativa é que pelos próximos dois anos os motoristas tenham que dividir o espaço com as máquinas e equipes que estarão empenhadas nas obras para que, finalmente, a antiga vicinal possa de fato oferecer condições mais seguras a seus usuários.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui