Acordos foram firmados no final de janeiro (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Acordos foram firmados no final de janeiro (Divulgação)
Acordos foram firmados no final de janeiro (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui

Cinco convênios assinados pelo prefeito José Natalino Paganini (PSDB) com entidades socioeducacionais de Itapira e região deverão ampliar a atuação da Secretaria Municipal de Educação.

Os acordos foram firmados no dia 28 de janeiro, segundo a Prefeitura, com dirigentes de cinco entidades. Estiveram presentes os representantes da Associação de Pais e Amigos de Autistas da Baixada Mogiana ‘Fonte Viva’; Vida Ativa (Unidade de Terapia & Desenvolvimento Infantil); Lar Espírita ‘Gracinda Batista’; Educandário Nossa Senhora Aparecida e Associação Cultural de Apoio à Arte Capoeira (ACACC). A secretária municipal de Educação, Flávia Rossi, também acompanhou as assinaturas.

A Associação de Pais e Amigos de Autista da Baixada Mogiana Fonte Viva, localizada em Mogi Guaçu, e a Vida Ativa (Unidade de Terapia e Desenvolvimento), foram representadas por Arlete de Lima Michelon e Andrea Stevanatto. As entidades receberão R$ 4.201,90 e R$ 4.804,58, respectivamente, para atender crianças portadoras de autismo.

Encontro reuniu dirigentes de cinco entidades (Divulgação)
Encontro reuniu dirigentes de cinco entidades (Divulgação)

O Lar Espírita ‘Gracinda Batista’ foi representado por Tiago Fontolan. A entidade receberá R$ 19.933,35 para cuidar de alunos entre 0 a 3 anos através da transferência de recursos do FUNDEB (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica).

O Educandário Nossa Senhora Aparecida também atenderá crianças de 0 a 3 anos, com valor de R$ 19.316,49, através do projeto Bolsa Creche, assinado pelo vice-presidente José Roberto do Prado.

A Associação Cultural de Apoio á Arte Capoeira (ACACC) receberá R$ 2.550,00 para ministrar aulas de capoeiras a 17 turmas do programa Escola em Tempo Integral.

Todos os convênios dizem respeito a ações na área da Educação, com oferta de mais serviços especializados, como o tratamento para crianças autistas, e com abertura de vagas em creches.

Para Paganini, isso conduz a melhores condições de estudos e atendimento para as crianças itapirenses. “Estamos lutando e investindo fortemente para que todas as nossas crianças, de todos os bairros, sejam plenamente atendidas, dentro de seus direitos e de suas necessidades”, afirmou.