Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O prefeito José Natalino Paganini (PSDB) conferiu de perto, nesta sexta-feira (6), o funcionamento dos parquímetros instalados pela Zona Azul Brasil em Itapira. Ao lado do secretário municipal de Defesa Social, Carlos Jamarino, do diretor de Trânsito Rafael Batista e do diretor da empresa, Claudinei Barduque, o prefeito simulou a aquisição de um tíquete para permanência em uma das vagas de estacionamento rotativo na área central.

A Zona Azul volta a operar nesta segunda-feira (9) em Itapira. O serviço ficou inativo durante quase três anos, depois de ter sido suspenso, em julho de 2015, pelo TCE/SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) em razão de falhas no contrato e na licitação feita quatro anos antes.

Nos últimos dias, a Zona Azul Brasil se concentrou na divulgação do funcionamento do serviço e na instalação dos equipamentos, pintura de faixas e implantação de sinalização nas vias abrangidas pelo sistema. Ao todo, são 600 vagas distribuídas na área central. O funcionamento será entre 9h00 e 18h00, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 9h00 às 13h00.

Os valores cobrados serão de R$ 1,00 por trinta minutos, R$ 2,00 por uma hora, R$ 3,00 por uma hora e meia e R$ 4,00 por duas horas – limite máximo de permanência contínua por veículo em cada vaga. Haverá tolerância de até 10 minutos por vaga para aquisição do tíquete avulso – tempo que é incluso no período contratado.

Paganini simulou emissão de tíquete em parquímetro (Divulgação)

Motocicletas serão isentas, desde que estacionadas em vagas específicas. Para ocupação de vagas por caçambas, por exemplo, haverá cobrança diária de R$ 15,00, além de autorização prévia do Departamento de Trânsito.

O pagamento pelo uso das vagas poderá ser feito em pontos de venda distribuídos em estabelecimentos comerciais, por aplicativo de celular, parquímetros, SMS, débito automático ou diretamente aos agentes, bem como na sede da empresa instalada na Rua Rui Barbosa, 455, no Centro.

A equipe inicial contratada pela Zona Azul Brasil conta com 14 colaboradores, sendo 12 agentes que atuarão nas ruas. Ao todo, foram instalados sete parquímetros. Os dispositivos estão implantados nos seguintes locais: esquina das ruas Conselheiro Dantas com Coronel Francisco Cintra; Rua José Bonifácio – nas esquinas com as ruas Campo Salles, João de Moraes, Rui Barbosa e Alfredo Pujol, além da Praça Bernardino de Campos e Campos Salles com Bento da Rocha.

As vagas especiais que dão direito a gratuidade são destinadas a idosos, cujos veículos devem portar o cartão em local visível, limitado a duas horas de permanência por dia de isenção. O mesmo vale para vagas destinadas a deficientes. Haverá ainda vagas rápidas de uso comum, com permissão de estacionamento por 15 minutos, sem cobrança, com pisca-alerta acionado, além de vagas para carga e descarga com limite de até uma hora de ocupação contínua por veículo.

As vagas da Zona Azul estão distribuídas nas seguintes vias: Rua XV de Novembro, Rua Regente Feijó, Rua José Bonifácio, Rua Bento da Rocha, Rua Prudente de Moraes, Rua Coronel Francisco Cintra, Rua Tiradentes, Rua Manoel Pereira, Rua Orestes Pucci, Rua Alfredo Pujol, Rua Rui Barbosa, Rua João de Moraes, Rua Campos Salles, Rua Joaquim Inácio, Rua Comendador João Cintra, Rua Francisco Glicério, Rua Embaixador Pedro de Toledo e Rua Conselheiro Dantas, além do pátio do Mercado Municipal e do entorno da Praça Bernardino de Campos.