Cãozinho que foi resgatado também não resistiu (Divulgação/Patrulha Ambiental)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Patrulha Ambiental de Itapira registrou uma ocorrência que classificou como “cenário horripilante” nesta quarta-feira (5) em Itapira.

Após denúncia, a equipe do órgão se dirigiu a uma casa abandonada na Rua Rodolfo Paladini, no Cubatão.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

No local, encontraram muita sujeira, entre detritos diversos, com dois cães em meio aos detritos – sendo que um deles já estava morto, enrolado em um lençol.

O outro, ainda vivo, foi resgatado e levado a uma clínica veterinária, mas infelizmente também não resistiu ao quadro extremamente fragilizado.

Ocorrência assustou até pessoal que está acostumado a esse tipo de ação (Divulgação/Patrulha Ambiental)

A ocorrência foi acompanhada por unidades da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Defesa Civil. O corpo do cão que estava morto no local foi recolhido pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses).

“Não havia ninguém na habitação, e por estar configurado o crime em andamento de maus tratos, nós adentramos ao imóvel no qual encontramos um cenário horripilante”, comentou o coordenador da Patrulha Ambiental, Rogério Oliveira.

De acordo com ele, se o outro cão tivesse sobrevivido seria acolhido pela Uipa (União Internacional Protetora dos Animais) em razão da situação em que se encontrava. “Mas, infelizmente, o cão resgatado também não resistiu às condições em que estava sendo mantido”, lamentou Oliveira.

De acordo com ele, o trabalho agora será focado em tentar identificar o responsável pelo imóvel e pela situação em que os cães se encontravam. “Assim que for localizado, será levado à Delegacia de Polícia e colocado à disposição da Justiça, bem como enquadrado na Lei Municipal de Combate a Maus Tratos de Animais”, disse.