publicidade

A Patrulha Ambiental da DPBEA (Divisão de Proteção e Bem Estar Animal), órgão ligado à SAMA (Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente), registrou mais uma ocorrência de maus-tratos a equinos em Itapira. O caso aconteceu nesta segunda-feira (4), após denúncia anônima que versava sobre uma égua que estaria caída ao lado da cerca de uma chácara no bairro rural do Machadinho.

A Patrulha foi verificar e constatou a situação, encontrando o animal em condições precárias e visivelmente debilitado, sem condições até mesmo de se levantar. Em um dia de forte calor, com temperatura que ultrapassou a casa dos 30 ºC, a égua adulta não tinha nem mesmo água à disposição. “Eu a refresquei, mas não consegui tirá-la do sol por estar sozinho no primeiro momento. Verifiquei, inclusive, a existência de mais dois animais em estado praticamente igual no local”, comentou o chefe da DPBEA, Rogério Oliveira. De acordo com ele, o tutor do animal já possui histórico de investigação por maus-tratos.

Ele foi localizado em sua residência e qualificado, sendo responsabilizado para que promova e arque com os custos da assistência veterinária. Além disso, de acordo com Oliveira, o homem de 77 anos será autuado e denunciado judicialmente. “Nossa maior dificuldade é não contar com um veículo para transportar estes animais, bem como não temos local adequado para o acolhimento”, frisou Oliveira. A assistência veterinária foi acionada e a égua passará por tratamento para tentar reverter o estado. “Embora as chances não sejam boas, seguiremos monitorando”, complementou o chefe da DPBEA.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui