Aves foram levadas à Delegacia para posterior soltura (Paulo Bellini/ItapiraNews)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Patrulha Ambiental de Itapira voltou a fazer uma apreensão de aves silvestres que eram mantidos ilegalmente em cativeiro.

A ação aconteceu na tarde da última quarta-feira (1) na Vila Boa Esperança. O chefe do órgão, Rogério Oliveira, e as agentes Paula e Anita, chegaram ao local após denúncia anônima.

Na casa, eles encontraram 10 pássaros presos em gaiolas e que não tinham registro legal. O responsável alegou que desconhecia a lei e foi levado à Delegacia de Polícia.

Ele acabou autuado pela posse ilegal das aves silvestres e também por maus tratos, já que as gaiolas estavam em condições ruins e com muitos dejetos acumulados, inclusive nos comedouros e bebedouros dos pássaros.

Ele foi multado em R$ 5 mil e também responderá pelos crimes. Os pássaros encontrados no local eram das espécies pixarros, tietê, sabiá-laranjeira, bigodinhos, sanhaço-gato, pássaro-preto e coleirinha.

As aves também foram apresentadas na Delegacia e, posteriormente, foram devolvidas ao habitat natural.